Cooperação de resultados

A inovação recebeu o maior impulso na Lar a partir do momento em que a cooperativa fez com que os funcionários sugerissem ideias de melhoria em processos e produtos
A cooperativa Lar valoriza a experiência do dia a dia de cada funcionário

Foi a partir de um programa de ideias envolvendo todos os funcionários que a Lar, cooperativa sediada em Medianeira, no oeste do Paraná, fez com que a inovação tomasse impulso. "Costumamos dizer que o funcionário, que está no dia a dia atuando em diferentes áreas, é quem sabe o que precisa ser melhorado em cada processo, e valorizamos muito isso", destaca Irineo da Costa Rodrigues, diretor-presidente da Lar, a campeã da categoria especial "Cooperativas de Produção", introduzida pela primeira vez nesta 18ª edição do ranking de AMANHÃ e IXL-Center. "Cada regulagem diferente de um equipamento pode reduzir perdas, e cada funcionário pode trazer a ideia de uma nova forma de fazer determinada atividade de maneira mais segura e confiável".

Um dos projetos contemplados foi o "AvIoT: Avicultura Conectada, Inteligente e Otimizada", que através de tecnologia IoT (Internet das Coisas) propõe o monitoramento constante de aviários em fatores de ambiência como umidade, temperatura, gases e qualidade da água. Por trás do "AvIot" estão Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Pesquisa e Desenvolvimento do Brasil (INESC P&D Brasil) e a Trinovati Tecnologia. A expectativa é de que até agosto deste ano o produto seja validado para ser comercializado pela startup e possa ganhar escala suficiente para atender a cadeia avícola de cooperativas e empresas que atuem no ramo.

Em março a Lar também foi contemplada no Edital Sesi Tech de 2019, formalizando parceria com o Instituto Senai de Tecnologia e Inovação no Paraná. Está em desenvolvimento um equipamento para automatizar a construção de pallets na unidade industrial de soja de Céu Azul, poupando os funcionários de lesões por esforço repetitivo e outros problemas de ergonomia. Além de segurança no trabalho, a Lar ganhará em eficiência: a construção de pallets será otimizada, já que a expectativa de produção da máquina é de um pallet por minuto.

A Lar também tem uma relação intensa com startups. "Temos o canal aberto para receber essas empresas que possam trazer soluções que nos atendam", conta Rodrigues. Estas possibilidades são detectadas em eventos como o Workshop Parceiros da Inovação, por meio dos quais a cooperativa faz uma avaliação dos produtos e serviços de terceiros. Em 2021, a Lar realizou em parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu o Agroday, que reuniu mais de 50 startups interessadas em expor suas soluções. À época, a Lar estava patinando na tentativa de fazer ajustes em um software de atualização do mercado de commodities agrícolas e derivativos que havia adquirido. Graças ao programa Parceiros da Inovação, diretores da cooperativa conheceram um software que já estava pronto e apresentava qualidade superior.

Outro avanço colhido destes encontros foi a contratação de uma startup para o monitoramento das condições de armazenagem. A nova solução faz uso de sensores que dão ao gestor a condição de pode atuar de maneira fácil e imediata na massa de grãos, evitando perdas por aumento de temperatura e umidade.

Os produtores associados também são chamados a colaborar com a geração de ideias. A Lar Instituiu um comitê de inovação com o objetivo de capacitar os cooperados, também, difundir a cultura da inovação entre eles. Diferentes encontros foram realizados com grupos específicos de produtores organizados por atividade – como suínos, aves e agricultura, de forma a conhecer suas carências e averiguar como a cooperativa poderia contribuir com soluções. "Essas dores dos nossos associados podem ser eliminadas ou minimizadas com o uso de aplicativos, novos processos internos ou mesmo novos produtos que serão buscados junto aos fornecedores", explica Rodrigues.

Tecnologia como aliada
Determinada a usar a tecnologia de maneira permanente, recentemente a Lar Cooperativa Industrial instituiu o que chamou de Tech Radar, iniciativa que relaciona prioridades relacionadas com o setor de TI. Hoje a cooperativa possui aplicativos que facilitam a rotina dos técnicos agrícolas e veterinários. Os apps agilizam a coleta de dados e também alimentam, com informações em tempo real, os sistemas da cooperativa. Outro exemplo é o uso dos Robotic Process Automation para reduzir a necessidade de interação humana em processos repetitivos. Uma atividade de consulta de situação dos produtores em relação às licenças ambientais, que demorava dois minutos para cada licença, hoje é feita em dez segundos, O aplicativo Lar em Casa oferece a comodidade do cliente fazer seus pedidos de supermercado via celular e receber a mercadoria em sua residência. Ainda na rede de varejo, os cupons para as premiações por fidelidade estão todos digitalizados. Para os associados, a cooperativa disponibiliza o app Lar Digital, que permite ao produtor fazer todas as consultas de sua movimentação como cooperado. Segundo Rodrigues, em breve o associado poderá também fazer operações financeiras com a venda de produção e liquidação de títulos.

Esse conteúdo integra a edição 340 da revista AMANHÃ, publicação do Grupo AMANHÃ, que trouxe os resultados da 18ª edição do ranking Campeãs da Inovação. Clique aqui para acessar a publicação on-line, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre GestãoEmpresaNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários: 1

Fernando Onosaki em Sábado, 25 Junho 2022 11:06

Parabéns LAR Industrial.

Parabéns LAR Industrial.
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/