Quero-Quero tem receita 41,5% maior no segundo trimestre

O lucro líquido totalizou R$ 16 milhões
A Quero-Quero é a 130ª maior empresa da região e também a 47ª maior do Rio Grande do Sul, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL

A Quero-Quero anunciou que obteve receita líquida de R$ 496 milhões no segundo trimestre, um avanço de 41,5% sobre igual período de 2020. Já o lucro líquido totalizou R$ 16 milhões, um salto de 259% em relação ao mesmo intervalo do ano passado (veja os principais indicadores na tabela ao final desta reportagem).

"Após um primeiro trimestre em que vimos a situação da pandemia se agravar nas regiões onde atuamos, levando a um aumento nas restrições de operação do comércio, o segundo trimestre trouxe um cenário melhor, de redução de números de casos e avanço na vacinação, e, portanto, menos restrições para a nossa operação", avalia a varejista em seu relatório de resultados. A atuação em setores considerados essenciais, como varejo de material de construção e correspondente bancário, mitigou os impactos negativos durante os períodos de maiores restrições, enquanto o uso de ferramentas digitais e vendas por telefone contribuíram para reduzir o impacto nas vendas de eletrodomésticos e móveis.

No final do segundo trimestre, a varejista inaugurou um novo centro de distribuição, localizado em Corbélia (PR), com área de armazenagem de 26 mil metros quadrados. O CD tornará mais eficiente a operação no Paraná e em parte de Santa Catarina, onde, até então, as lojas operavam com custos logísticos maiores devido ao fato de as mercadorias serem enviadas dos centros de distribuição localizados no Rio Grande do Sul.

Além de Corbélia, a empresa também realizou a mudança das operações dos CDs já existentes de Sapiranga (RS) e o de Santo Cristo (RS), para novas localizações nos mesmos munícipios contando com estruturas muito mais modernas. Em apenas dois anos, a capacidade de armazenagem foi ampliada em quase três vezes. A empresa também deve instalar um novo CD para atender ao sudoeste de São Paulo e norte do Paraná. A Quero-Quero ainda analisa a abertura de suas primeiras lojas no estado paulista entre este ano e 2022. Com a inauguração de 17 novas lojas entre abril e junho, a Quero-Quero chegou a 421 unidades em 336 cidades.

A Quero-Quero é a 130ª maior empresa da região e também a 47ª maior do Rio Grande do Sul, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado por AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection