Sidebar Menu

Positivo anuncia criação de polo de pesquisa e inovação no Paraná

Aporte de R$ 23 milhões gerará mais de R$ 100 milhões em impostos
A intenção, disse Hélio Rotenberg, é centralizar no Paraná a logística do grupo

O Paraná vai se transformar em um polo de pesquisa, desenvolvimento e inovação do Grupo Positivo. Com o apoio do governo estadual, a companhia confirmou a implantação de uma base em Curitiba com foco no estudo e na descoberta de novas plataformas e produtos tecnológicos. Além disso, a empresa anunciou a reformulação da Positivo Distribuidora, concentrando as importações a partir dos portos e aeroportos paranaenses. O investimento somado é de R$ 23,6 milhões.

O protocolo que formaliza a inclusão dos empreendimentos no programa de incentivos do Estado foi concluído nesta terça-feira (13), no Palácio Iguaçu, em cerimônia com o governador Carlos Massa Ratinho Junior e executivos do grupo. Presidente da Positivo Tecnologia, Hélio Rotenberg participou do ato por meio de videoconferência. A previsão é da abertura de 15 empregos diretos neste primeiro momento.

Rotenberg explicou que o investimento será dividido. A maior parte, de R$ 20 milhões, será aplicada no centro de pesquisa. O restante, de R$ 3,6 milhões, vai reformular a área de distribuição da empresa. A intenção, disse o executivo, é centralizar no Paraná a logística do grupo. "Preciso elogiar a visão deste governo, de um Paraná do futuro. Não se trata de uma visão tacanha, imediatista, mas sim de longo prazo. Esse convênio é inédito, que pela primeira vez vai trocar investimento em pesquisa e desenvolvimento por um benefício de transferência de ICMS", afirmou o executivo. "E também agora tudo o que a empresa importa será feito por portos e aeroportos paranaenses. O governo entendeu e nos ajuda a ficar aqui, a investir no Paraná e a gerar mais empregos de alto nível", acrescentou.

Criada em 1989, a Positivo Tecnologia é uma marca genuinamente brasileira. Fazem parte do portfólio da empresa computadores, celulares, servidores, tablets, acessórios, soluções para casas e escritórios inteligentes, além de equipamentos para escolas de mais de 40 países. Tem presença na Argentina, Ruanda, Quênia, China e Taiwan. "O valor deste anúncio é até simbólico. Trazemos com a Positivo um investimento em tecnologia e inovação, algo incalculável. Agregamos empregos e empregos com maior custo, gerando mais de R$ 100 milhões na geração de impostos", destacou o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 31 Outubro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection