Grupo Panvel cresce 19,4% até março

Expansão recorde nos últimos 12 meses, com 68 novas lojas, foi um dos destaques
Diante de um cenário macroeconômico desafiador, com alta da inflação e das taxas de juros e riscos de restrição em algumas cadeias de suprimento, a expectativa de capacidade de execução para o ano é otimista

O Grupo Panvel fechou o primeiro trimestre com crescimento de 19,4% e receita bruta de R$ 969 milhões. Os números positivos e acima da média do mercado são atribuídos à eficiência operacional, ao share digital, que se manteve em patamares elevados, com participação de 15,5% das vendas, e à expansão das lojas físicas da rede de farmácias – nos últimos 12 meses, 68 novas lojas, um recorde para a companhia. A divulgação de resultados dá destaque para a operação de varejo do Grupo (farmácias Panvel), que atingiu um crescimento de venda de 19,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Diante de um cenário macroeconômico desafiador, com alta da inflação e das taxas de juros e riscos de restrição em algumas cadeias de suprimento, a expectativa de capacidade de execução para o ano é otimista. "Os resultados mostram que crescemos mais que o mercado. Nossa despesa administrativa é estável, em 2,2%, e somos os mais eficientes em termos de pessoas por loja. Além disso, a expansão segue em linha com o nosso planejamento, com 15 novas lojas apenas no primeiro trimestre do ano", afirma Antônio Napp, diretor executivo de Finanças e de Relações com Investidores do Grupo Panvel. A rede encerrou o mês de março com 527 lojas.

O executivo destaca também a assertividade da expansão das lojas físicas, pelo aumento de venda média por loja, acima da concorrência, e a rápida maturação das operações. "Seguimos ganhando market share em todos os estados do Sul e atingimos a marca de 11,6% no período", pontua Julio Mottin Neto, CEO do Grupo Panvel.

A venda de medicamentos teve boa performance, com crescimento de 20,5% em comparação ao primeiro trimestre de 2021. Segundo Napp, o resultado tem relação direta com importantes projetos que estão sendo conduzidos pela companhia, como o acompanhamento da jornada de clientes com doenças crônicas, ações de CRM que auxiliam o acompanhamento de tratamentos e o incremento de parcerias com operadoras de saúde e venda de medicamentos especiais, por meio do Panvel Saúde Empresarial.

As vendas do Panvel Clinic representaram 4,5% da receita total da Panvel, puxadas pelo forte movimento de testagem de Covid-19 observado em janeiro e pelo início do trabalho de vacinação da gripe no mês de março. No trimestre, foram mais de 380 mil testes realizados, que representaram 38,2% do market share de testagem no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

O Grupo Panvel assumiu, a partir do dia 21 de março, a sua marca mais conhecida no mercado com o objetivo de potencializar a visibilidade e a força de todo o grupo – que engloba uma das maiores redes de farmácias do país, o laboratório Lifar e a distribuidora Dimed. A Panvel é a 63ª maior empresa da região e também a 26ª maior do Rio Grande do Sul, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Quer saber mais sobre empresas do Sul?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/