Sidebar Menu

Da garagem para um centro de inovação em vestuário

A curitibana Spaço Vagun investe em linhas de produção para vender roupas em outros estados
A crise sanitária castigou o setor têxtil, mas a empresa – que perdeu 12% do faturamento no primeiro trimestre – decidiu manter o otimismo e investiu R$ 1,8 milhão na ampliação e modernização da estrutura

Especializada na fabricação de vestuário distribuído por representantes e pequenos lojistas da Região Metropolitana de Curitiba, a Spaco Vagun quer sair desse raio de 200 quilômetros e ganhar mercado em São Paulo e nos estados vizinhos da região Sul.

A crise sanitária castigou o setor têxtil, mas a empresa – que perdeu 12% do faturamento no primeiro trimestre – decidiu manter o otimismo e investiu R$ 1,8 milhão na ampliação e modernização da estrutura. A fábrica localizada no polo têxtil do bairro do Boqueirão, na zona sul da capital paranaense, ganhou mais 1 mil metros quadrados neste ano e agora abriga um centro de inovação e toda a área de produção.

A história da Spaço Vagun mostra um crescimento constante e cauteloso. A indústria iniciou as atividades em 1995, na garagem de uma pequena casa da antiga Cohab. Em 2006 construiu um novo espaço totalmente automatizado. "Produzíamos apenas calças jeans. Hoje oferecemos ao cliente um mix de produtos, de variedade de tecidos, cortes, modelos e tamanhos. Toda a criação é desenvolvida internamente e nossos estilistas são responsáveis por todo o design do produto", conta Mário Guimarães, CEO da empresa.

O modelo de negócio é de pronta entrega para revendedores e lojistas. "Contamos com uma carteira de aproximadamente 1.500 clientes", salienta Guimarães. Para a nova linha de produção foram contratados mais 20 funcionários, com previsão de novos recrutamentos. "Pensamos ainda numa ampliação em 2021 nessa linha adquirida. Para isso estamos em testes e a previsão é dobrar a produção com a aquisição de novos equipamentos", pontua. A Spaço Vagun produz 25 mil peças por mês e a meta é dobrar o volume em até dois anos.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection