Br Supply adquire a Datasupri

Negócio foi fechado por R$ 15 milhões
Essa é a terceira aquisição da Br Supply, que se soma a Korpex, divisão do Grupo Rio Branco e a operação da americana Staples no Brasil

A Br Supply anunciou que está comprando o controle da Datasupri, empresa paulista de suprimentos para empresas com mais de 25 anos de mercado. O negócio será fechado por R$ 15 milhões. Essa é a terceira aquisição da Br Supply, que se soma a Korpex, divisão do Grupo Rio Branco e a operação da americana Staples no Brasil.

"A empresa agrega valor a operação nacional da Br Supply, com faturamento ano de R$ 100 milhões, além das naturais sinergias de operação, carteira de clientes e rede de fornecedores técnicos, em especial na área de tecnologia", revela a Br Supply, em nota. "Estamos muito felizes por poder concretizar a aquisição da Datasupri, empresa muito bem gerida, com quadro forte de ativos intelectuais, o que vai nos ajudar muito nos desafios que vem pela frente." disse Cesar Folle, CEO da Br Supply.

A Br Supply foi fundada por Cesar em 2008, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, meses depois de ele vender a Top Service – uma empresa de facilities que ele fundara aos 22 anos e transformou em líder de mercado no Sul – para a GP Investimentos. Folle teve a ideia de criar a Br Supply quando observou toda a inovação que estava acontecendo no e-commerce B2C – e entendeu que o mercado B2B apresentava uma oportunidade.

O modelo da Br Supply concentra o fornecimento, de forma digital, dos suprimentos indiretos de uma empresa, simplificando e automatizando todo processo. As empresas contratam um catálogo de itens e agregam um intra e-commerce, a partir daí os departamentos da empresa vão fazendo os pedidos conforme as necessidades. O algoritmo da Br Supply ajuda na gestão dos pedidos para que a companhia não fique desabastecida. Cesar estima este mercado no Brasil em R$ 25 bilhões.

"Geralmente as compras costumam ser feitas de forma fracionada, pelo telefone ou indo num fornecedor regional. Inovamos, pois desenvolvemos um intra e-commerce moderno, agregamos marketplace, temos 10 mil itens em estoque, racionalizamos o processo contábil e fiscal e ainda cuidamos de toda a logística", lista Folle.

No começo deste ano a XP anunciou um aporte de recursos na Br Supply. O valor de R$ 48 milhões contribuirá para execução do plano de expansão da empresa, realização de aquisições e aceleração do crescimento da plataforma de e-commerce OceanoB2B.com. Anteriormente, o XP Private Equity já havia realizado um investimento de R$ 92 milhões na companhia, via debêntures, que fora utilizado por Folle para aquisição da participação de acionistas minoritários. Com essa transação, a ser realizada via debêntures conversíveis, o XP Private Equity totalizará R$ 140 milhões investidos na Br Supply.

A Br Supply á a 330ª maior empresa da região, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Quer saber mais sobre negócios do Sul?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/