Boa Safra anuncia expansão para o Sul

Companhia passa a oferecer sementes de soja adaptadas às condições climáticas e de solo da região
A região Sul é um importante polo agrícola, com uma área plantada de soja de cerca de 16 milhões de hectares

A Boa Safra Sementes anuncia expansão de seu portfólio para atender a região Sul do país. Com foco no sul de Mato Grosso do Sul e São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a companhia passa a oferecer novas variedades de sementes adaptadas para a região. O movimento da Boa Safra para o Sul faz parte do plano de crescimento da companhia que busca atender os produtores locais através dos canais de distribuição. A região Sul é um importante polo agrícola, com uma área plantada de soja de cerca de 16 milhões de hectares.

Para atender à demanda da região, a Boa Safra está investindo em um novo portfólio de sementes de soja, mais adaptadas às condições climáticas e de solo do Sul do país. "Estamos oferecendo condições comerciais atrativas para proporcionar aos nossos clientes excelentes negócios", promete Rafael Tombini, gerente comercial da Regional Sul. A venda das sementes da Boa Safra no Sul será feita por meio de distribuidores parceiros em revendas alocadas nos estados. "Com plano robusto de expansão e crescimento, este ano contamos com portfólio de 26 cultivares de soja e quatro variedades de Trigo. Nossos campos de produção estão localizados em pontos estratégicos com as melhores janelas de plantio para a produção de sementes no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, mitigando, assim, os riscos climáticos e trazendo a garantia de entrega de sementes de alta qualidade" explica Glaube Caldas, diretor de operações da Boa Safra.

A expansão da Boa Safra para o Sul do país é mais um passo da empresa em seu plano de crescimento e na concretização do compromisso firmado no estabelecimento do IPO da companhia. A empresa também está investindo em novos centros de distribuição e unidades de produção para atender à crescente demanda por sementes no Brasil. "Visamos o aumento de market share, então, esse é um dos principais caminhos para se alcançar este objetivo. Nossa meta firmada é alcançar nove milhões de sacas produzidas em todo o Brasil até 2027.", projeta Andréia Cocka, diretora de marketing e negócios da Boa Safra. Fundada em 2009, a goiana Boa Safra consolidou-se no mercado brasileiro como líder na produção de sementes de soja. Desde o seu IPO, em abril de 2021, foram mais de R$ 500 milhões aplicados em um ciclo de investimentos que foi concluído no fim de 2023. Os aportes permitiram ampliar a capacidade da empresa de três para nove plantas e alcançar um crescimento robusto de mais de 30% ao ano.


Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 23 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/