Sidebar Menu

Banco da Família expande no Paraná com agência em Irati

Cidade tem 1,7 mil empresas, na maioria de pequeno porte, perfil da instituição de microcrédito
“Nossos agentes já têm um relacionamento nas comunidades e criam vínculo com os clientes”, observa a fundadora e presidente da instituição, Isabel Baggio

Maior instituição de microfinanças do Sul do Brasil, o Banco da Família começa a atuar nos próximos dias também na cidade paranaense de Irati, oferecendo crédito para quem quer empreender, construir a casa própria, melhorar as instalações sanitárias ou mesmo para quem precisa de recursos para financiar despesas extras, como tratamento de saúde ou gastos com estudos. Esta é a segunda operação do Banco da Família no Paraná, que desde 2018 opera uma agência em União da Vitória, na divisa com Santa Catarina. A operação de Irati vai atender ainda às cidades vizinhas de Mallet, Rebouças e Rio Azul.

Com 1,7 mil empresas, sendo 70% delas de pequeno porte, Irati tem o perfil exato para o modelo de negócio do Banco da Família, afirma a fundadora e presidente da instituição, Isabel Baggio. A operação irá começar de forma remota, com os agentes de crédito atuando diretamente junto aos clientes, por meio de atendimento direto e humanizado. "Nossos agentes já têm um relacionamento nas comunidades e criam vínculo com os clientes, diferente dos modelos tradicionais das instituições de crédito, que são mais impessoais", observa Isabel.

A estratégia de expansão no Paraná vai continuar em breve. Com mais de 21 anos de atuação, o Banco da Família é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) com cerca de 21 mil clientes ativos em 128 municípios dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Desde a fundação, a instituição já concedeu mais de R$ 895 milhões em crédito em pouco mais de 320 mil operações. A atuação é definida principalmente pelas histórias de vidas transformadas e sonhos realizados. A instituição reinveste 100% dos recursos que gera na própria comunidade.

Antigo Banco da Mulher
A história da instituição começou em 1998, com a fundação do Banco da Mulher, numa iniciativa da Câmara da Mulher Empresária, da Associação Comercial e Industrial de Lages (ACIL), Santa Catarina, após constatação que grande parte dos micro e pequenos negócios da região era liderado por mulheres. Desde o princípio, o Banco da Família buscou oferecer uma alternativa de crédito aos pequenos negócios, formais e informais.

Sua história registra uma das experiências mais importantes em negócios inclusivos na América Latina. "Os números espelham os resultados conquistados após anos de investimentos em pessoas, muitas horas de treinamento, conexões e parcerias com organizações públicas e privadas, mas acima de tudo promover a qualidade de vida das famílias. Incluir é nossa missão", diz Isabel.

Veja mais notícias sobre EmpresaEconomiaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 31 Outubro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection