​Social tech focada em negócios de mães aposta na educação para novos negócios

B2Mamy já impactou 50 mil mulheres e movimentou mais de R$ 16 milhões na rede
A proposta da B2Mamy é ajudar mães e mulheres a se tornarem líderes economicamente por meio da educação, da comunidade e da empregabilidade

No mercado de trabalho, o chamado gap de gênero avalia a disparidade entre homens e mulheres na participação e na representatividade dentro das organizações. Embora essa lacuna esteja diminuindo nos últimos anos, ainda há muito a avançar — principalmente em um momento muito especial do universo feminino: a maternidade. Com ajuda da tecnologia, a social tech B2Mamy já impactou mais de 50 mil usuárias, movimentando mais de R$ 16 milhões na rede.

A proposta da B2Mamy é ajudar mães e mulheres a se tornarem líderes economicamente por meio da educação, da comunidade e da empregabilidade. Fundada em 2016, ela acelera startups, oferece capacitação e apoia a realocação de profissionais no mercado de trabalho, apoiando o desenvolvimento de negócios inovadores fundados e liderados por mães e mulheres. "O nosso objetivo é diminuir o gap de gênero existente no ecossistema de inovação. Para que isso aconteça, oferecemos uma rede de conexões reais para que as mulheres tenham o suporte necessário para protagonizar suas carreiras", explica Dani Junco, CEO e fundadora da B2Mamy. Essas ações acontecem através de uma comunidade multiplataforma especialista na jornada da maternidade, facilitando networking e ações conjuntas. A social tech já recebeu mais de 2 mil novas ideias e acelerou cerca de 300 negócios fundados ou liderados por mães e mulheres. Além disso, ao longo de 2022, a empresa ofereceu 200 horas de aceleração e programas, possibilitando acesso a mais de 3 mil conteúdos e mentorias gratuitas.

Crescimento e impacto
A expectativa da startup é de dobrar o impacto e a movimentação econômica em 2023. Para isso, investiu na profissionalização e automatização dos processos comerciais, buscando empresas que tem como propósito transformar recurso em impacto, assim beneficiando mais mulheres e mães a se tornarem líderes e livres economicamente." A empresa contratou uma sales tech — a PipeRun — para focar na experiência do cliente e em todo o processo de CRM. "Hoje temos uma visão muito mais clara dos números e dados dos clientes", conta a executiva. Inicialmente, a empresa utilizou o sistema apenas para B2B, e agora serão incluídos os contatos B2C — buscando mapear o comportamento das clientes, informações sobre a entrada na comunidade, o consumo dentro dos canais e como as conexões se formam. "Esses dados são ricos para continuarmos atendendo bem e agora de forma escalável. Sem a organização de dados, nada disso é possível", reforça.

Na avaliação do CEO da PipeRun, Cezar Augusto Gehm Filho, a preocupação com a gestão dos negócios da nova economia — utilizando soluções nacionais — demonstra um caminho para o fortalecimento da inovação. "Há cinco anos, as boas ferramentas desse setor eram na maioria estrangeiras. Hoje, o processo se inverteu. Nossas empresas entendem mais da realidade daqui e são mais acessíveis tanto no suporte quanto no treinamento das equipes", pontua. Para que esse ambiente funcione na prática e estimule mulheres que acabaram de se tornar mães a seguir em frente com suas carreiras, foi criada a Casa B2Mamy. Trata-se do primeiro hub de inovação family friendly: um espaço com suporte pedagógico especializado para as crianças, enquanto as mães se conectam e desenvolvem seus negócios.

"A Casa impulsiona a criação de tecnologias e modelos de negócio com impacto positivo em toda a sociedade, criando oportunidades de conexão entre startups, empresas, investidores e universidades", explica Dani. Segundo ela, o espaço de inovação e troca permite fortalecer a comunidade. "Assim, fomentamos a atuação materna e feminina no ecossistema de inovação, que é o nosso objetivo maior", conclui a executiva.

Veja mais notícias sobre EmpreendedorismoTecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/