Paraná concluiu nova temporada do BRDE Labs

Foram 182 startups inscritas neste ano
Marcelo Ramos, da Krindges, e Taís Aurora, da Virtual Town, empresas que se conectaram por causa do BRDE Labs

O Paraná concluiu a nova temporada do BRDE Labs, programa de inovação aberta que conecta startups e grandes empresas para promover soluções inovadores, realizado Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. A edição de 2023 teve como tema "Inovação Verde e de Equidade" e o último evento do ano, realizado na quinta-feira (7), foi dedicado à apresentação dos pitchs das startups finalistas para as empresas âncoras que apresentaram desafios. O encontro foi no Innosphera Meeting Center, da Hotmilk – ecossistema de inovação da PUCPR, um dos apoiadores do programa. Neste ano, o Labs teve 182 startups inscritas, sendo que 75 apresentaram seus pitchs e dez chegaram à fase final de aceleração.

Foram finalistas desta edição as startups Binahki, que apresentou soluções aos desafios propostos pela empresa âncora Atlas; a Eloverde (desafios da Copagril); Aterra (Furgão Ibiporã); CH4 Solution (Grupo BTZ); VRGlass Virtual Town (Krindges); Ororo (Cooperativa Lar); Dialog (Magius); Flug (Prodiet); Mush (SL Alimentos); e Earth Renewable Technologies (Potencial Biodiesel). As apresentações envolveram novas soluções para promoção de sustentabilidade ambiental e social, além de tendências exigidas pelo mercado e investidores. As empresas âncoras agora podem analisar os cenários e adotar as soluções.

Um exemplo de conexão foi entre a Krindges, empresa do ramo têxtil de Ampére, no Sudoeste do Paraná, e a startup curitibana Virtual Town, que sugeriu uma plataforma virtual de Inteligência Artificial e realidade virtual para aumentar a presença online da empresa. "Nosso desafio é montar um showroom digital e a proposta da startup foi muito boa", disse o gerente de lojas da Krindges, Marcelo Ramos. "Vamos discutir a possibilidade no planejamento estratégico para o próximo ano".

Criado em 2020, com o propósito de acelerar o desenvolvimento do ambiente de inovação na região Sul, contribuir para a melhoria da gestão de inovação nas empresas e alavancar recursos futuros ou parcerias que contribuam para o seu êxito operacional, o BRDE Labs tem o apoio da Hotmilk - Ecossistema de Inovação da PUCPR e da Amcham. O primeiro tema trabalhado foi voltado à área de agronegócio. No ano seguinte, em 2021, foram trabalhadas proposições dentro da temática indústria e em 2022 a área escolhida foi ESG. Ao longo das quatro edições do Labs foram contabilizadas a participação de 800 startups e 40 aceleradoras e o desenvolvimento de mais de 30 Provas de Conceito (POCs). 

Veja mais notícias sobre EmpreendedorismoNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/