IPCA-15 desacelera pelo segundo mês consecutivo

Índice foi de 0,21% em abril
Altas no grupo alimentação e bebidas e saúde e cuidados pessoais pesaram no índice (Foto: IBGE)

A prévia da inflação ficou em 0,21% em abril, 0,15 ponto percentual menor que a de março, quando variou 0,36%. O resultado foi influenciado pelo grupo de alimentação e bebidas, com alta de 0,61%. O grupo de transportes foi o único a apresentar queda (-0,49%). Nos últimos 12 meses, a variação do IPCA-15 foi de 3,77%, abaixo dos 4,14% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2023, o IPCA-15 foi de 0,57%. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi divulgado pelo IBGE.

No grupo de alimentação e bebidas, a alimentação no domicílio subiu 0,74% em abril. Contribuíram para esse resultado as altas do tomate (17,87%), do alho (11,6%), da cebola (11,31%), das frutas (2,59%) e do leite longa vida (1,96%). No lado das quedas, destacam-se a batata-inglesa (-8,72%) e as carnes (-1,43%). A alimentação fora do domicílio (0,25%) desacelerou em relação ao mês de março (0,59%), em virtude da alta menos intensa da refeição (0,76% em março para 0,07% em abril). O lanche (0,47%) teve variação superior à registrada no mês anterior (0,19%). Em saúde e cuidados pessoais (0,78%), a maior contribuição veio dos produtos farmacêuticos (1,36%), após a autorização do reajuste de até 4,5% nos preços dos medicamentos, a partir de 31 de março. Além disso, o item plano de saúde (0,77%) segue incorporando as frações mensais dos reajustes dos planos novos e antigos para o ciclo de 2023 a 2024. No grupo de transportes, houve queda na passagem aérea (-12,2%). Em relação aos combustíveis (-0,03%), somente o etanol (0,87%) teve alta, enquanto o gás veicular (-0,97%), o óleo diesel (-0,43%) e a gasolina (-0,11%) registraram queda nos preços.

Veja mais notícias sobre EconomiaBrasil.

Veja também:

 

Comentários: 1

Rafael em Terça, 30 Abril 2024 16:30

Bastaria reduzir os impostos e o desperdício do governo para a inflação cair.

Bastaria reduzir os impostos e o desperdício do governo para a inflação cair.
Visitante
Domingo, 21 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/