RS emite alerta à região de Pelotas e aviso à de Cachoeira do Sul

Pelotas apresentou aumento de pacientes internados em UTI
Pelotas teve baixa procura pela dose de reforço da vacina contra a Covid-19 entre os idosos com 70 anos ou mais

O governo do Rio Grande do Sul divulgou a emissão de um alerta para a região de Pelotas. Além disso, a região de Cachoeira do Sul recebeu um aviso por parte do Grupo de Trabalho (GT) Saúde. As outras 19 regiões não receberam avisos ou alertas. O alerta, uma das etapas do Sistema 3As de Monitoramento, com o qual o governo estadual gerencia a pandemia, é emitido pelo Gabinete de Crise após deliberação do grupo, provocada por sinalização do GT Saúde, que monitora constantemente os dados.

Em situação de alerta, a região tem 48 horas para responder sobre o quadro regional da pandemia e apresentar um plano de ação a ser tomado. Se o Gabinete de Crise considerar adequada a resposta da região, o plano é imediatamente aplicado e a região segue monitorada. Se o Gabinete de Crise considerar inadequada a resposta, o governo poderá estipular ações adicionais a serem seguidas na região.

Pelotas, na macrorregião Sul, ao longo da última semana apresentou um aumento de 25,7% no total de pacientes de Covid-19 internados em UTI, uma variação de nove pacientes. Assim, há 44 internados, o que representa uma taxa de ocupação de 82,6%. O número de internados em leitos clínicos cresceu 5,1% na última semana, subindo para 82, semelhante ao patamar observado em janeiro deste ano. Também desperta preocupação o indicador de casos confirmados na semana para cada 100 mil habitantes, estando a região na primeira colocação com 131,5, número 117,8% maior que a média estadual.

Apesar da piora dos indicadores, o que chamou atenção do GT Saúde com relação à região de Pelotas foi a baixa procura pela dose de reforço da vacina contra a Covid-19 entre os idosos com 70 anos ou mais. Ela está em último lugar no ranking entre as regiões, com 25,7% de vacinados com a dose de reforço, frente à média estadual de 45,1%.

Sendo assim, o grupo sugere que o plano de Ação a ser elaborado na região procure estimular a cobertura vacinal, especialmente da terceira dose. Quanto à vacinação geral, a região atingiu o percentual de 60,3% de imunizados, apresentando a sétima menor proporção da população com esquema vacinal completo no Estado entre as 21 regiões Covid-19.

A Secretaria da Saúde (SES) divulgou que cerca da metade dos adultos jovens (entre 18 e 29 anos) que receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus não retornou para a segunda dose, tão importante para a chamada "imunização de rebanho" quanto a primeira aplicação. Nessa faixa etária, a cobertura está menor que 60%, considerada baixíssima pela SES. Mais de 670 mil adultos jovens não completaram a imunização. Quase 230 mil gaúchos nesta faixa etária não receberam sequer a primeira.

A região Covid-19 de Cachoeira do Sul, localizada na Macrorregião Vales, apresentou crescimento de 42,9% no número de internados com coronavírus em UTI, levando a região a atingir 125% de taxa de ocupação, conforme os técnicos do GT Saúde. Por essa razão, recebeu um aviso, o primeiro passo do Sistema 3As. É a segunda semana consecutiva que Cachoeira do Sul recebe um aviso.

Veja mais notícias sobre CoronavírusSaúdeRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 17 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/