Alfredo Souza é o novo diretor executivo da Cooperativa Central de TI

O dirigente terá a missão de fazer a estruturação da UniTI
“Acompanhei todas as discussões e estudos para a formação da Central, um projeto inovador de intercooperação. Aceitei o desafio de contribuir para materializar esse sonho”, revela Souza

A Cooperativa Central de Tecnologia da Informação (UniTI) tem novo diretor executivo. O administrador de empresas Alfredo Benedito Kugeratski Souza foi escolhido pelo Conselho Administrativo para ocupar a função, decisão que foi ratificada pelos cooperados durante a Assembleia Geral Ordinária da Central, na tarde de quinta-feira (24).

Profissional com mais 20 anos de experiência em gestão e planejamento estratégico, Alfredo é mestre em administração estratégica pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, e tem atuado também em governança corporativa, finanças, análise e avaliação de riscos, compliance, gestão de projetos, processos e inovação. Desde 2011, atuava no Sistema Ocepar, onde ocupou a função de analista técnico especializado, coordenador técnico e coordenador de gestão estratégica, sendo um dos responsáveis pelo desenvolvimento do novo ciclo do planejamento estratégico do cooperativismo paranaense – o PRC200.

O dirigente terá a missão de fazer a estruturação da UniTI, cumprindo as atribuições definidas no plano de ação para 2022, com foco em infraestrutura, suprimentos, segurança da informação e inovação. "Acompanhei todas as discussões e estudos para a formação da Central, um projeto inovador de intercooperação. Aceitei o desafio de contribuir para materializar esse sonho, que nasceu da união de 21 cooperativas paranaenses. Com planos de execução e objetivos definidos, vamos avançar focados na obtenção de resultados que tragam benefícios a todos os cooperados", afirmou.

A UniTI nasceu a partir da constituição de um comitê, formado para discutir o assunto. Quatro cooperativas lideraram esse processo - Coamo, Cocamar, Copacol e Frísia. Outras 17 se juntaram, totalizando as 21 cooperativas que hoje foram a Central. A UniTI está aberta à participação de todas as cooperativas paranaenses.

O Paraná tem 58 cooperativas agropecuárias, formado por mais 190 mil produtores que respondem por 60% da safra de grãos do estado. Em 2021, elas movimentaram R$ 152,5 bilhões, um resultado 31,8% em comparação ao ano anterior. O lucro foi de R$ 7,6 bilhões. No setor cooperativista, o lucro (que é chamado de sobra) é parte reinvestido em melhorias e outra parte rateado entre os cooperados.

Veja mais notícias sobre Chegadas & PartidasAgronegócioParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/