Itapema vai valorizar mais de 45% com alargamento da faixa de areia

Índice foi baseado em estudo norte-americano
Construtora e Incorporadora Edify, que está construindo o Edify One, avaliou que em Itapema a valorização imobiliária será de 46,8% para os imóveis frente-mar

Estudo feito pela consultoria Appraisal Institute, maior associação profissional de avaliadores imobiliários dos Estados Unidos, revelou que praias norte-americanas que fizeram alargamento da faixa de areia registraram valorização de até 2,6% para cada 10% de espaço que foi acrescentado. Com base neste dado, a construtora e Incorporadora Edify, que está construindo na cidade o icônico Edify One, avaliou qual será o impacto desta intervenção na orla de Itapema, no litoral norte de Santa Catarina. Neste caso, a praia vai aumentar de 25 para 70 metros, o que representa 180% de acréscimo, resultando em uma valorização de 46,8% para os imóveis frente-mar. Atualmente, a diferença entre Itapema e Balneário Camboriú, que tem o metro quadrado mais valorizado do país, é de apenas 1%.

"Os constantes investimentos em infraestrutura, como o alargamento da orla e o novo píer turístico, que não apenas embelezam a cidade, mas também potencializam sua valorização no mercado, são fundamentais para o crescimento sustentável de Itapema, que ainda é uma cidade jovem e tem muito a crescer e valorizar", afirma Luiz Feitosa, especialista em mercado imobiliário e sócio da Edify One. O píer turístico da Foz do Rio Perequê, que tem investimento estimado em R$ 100 milhões, e será viabilizado por meio de uma parceria público-privada (PPP), também vai impulsionar as belezas da cidade e a valorização. Inspirado no píer 39 de São Francisco, Califórnia, o novo espaço terá 28 estabelecimentos comerciais, entre lojas, bares e restaurantes. As obras iniciaram em dezembro e devem ser concluídas em três anos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 25 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/