Cooperativismo do Paraná mira R$ 200 bilhões em faturamento

Detalhes do novo planejamento estratégico foram dados pela Ocepar
No cenário otimista, as cooperativas do Paraná alcançarão R$ 200 bilhões em receita até 2025, mas Ricken acredita que meta possa ser atingida antes

Em 2021, ainda sob a sombra da pandemia da Covid-19, o cooperativismo do Paraná avançou em números e ações, ultrapassando a meta traçada em seu planejamento estratégico de dobrar o faturamento, passando de R$ 50 bilhões para R$ 100 bilhões. Para manter a trajetória de crescimento, o setor debruçou-se na construção de um novo planejamento estratégico, o PRC200, que também tem como meta dobrar a movimentação financeira, atingindo R$ 200 bilhões de faturamento até 2025. O detalhamento de como o setor pretende atingir as metas do seu novo planejamento estratégico, que incluem, ainda, atingir R$ 10 bilhões de sobras líquidas, 4 milhões de cooperados e 200 mil empregos diretos, foi apresentado na tarde da última sexta-feira (29), em Curitiba, durante o Fórum Financeiro do Sistema Ocepar.

"O objetivo aqui é apresentar uma visão de onde estamos e onde queremos chegar, inclusive com as demandas por investimentos na ordem de R$ 30,3 bilhões até 2026. Temos uma expectativa enorme em relação ao novo Plano Safra, porque estamos diante de uma Selic com mais de dois dígitos, então, vamos ver como o Banco Central vai resolver essa equação", declarou José Roberto Ricken, presidente do Sistema Ocepar. O dirigente contou ainda que nesta segunda-feira (2) será realizada uma audiência com o novo ministro da Agricultura, Marcos Montes. "Vamos falar sobre os ramos agro e crédito, e ouvir do ministro as estratégias para o novo plano safra. Temos que ter um respaldo para que o cooperativismo se mantenha firme em seus propósitos, não apenas de expansão das atividades, mas de manutenção daquilo que já foi conquistado. As cooperativas hoje movimentam a economia", frisou.

Em sua fala, Ricken detalhou o mapa estratégico do PRC200, que inclui 20 projetos estruturantes que, por sua vez, são sustentados por cinco pilares: representação e defesa, comunicação e relacionamento, cooperação, inovação e socioambiental.Os projetos abrangem áreas como representação institucional, infraestrutura e logística, inovação, alianças estratégicas, comunicação, mercado, governança e gestão. No cenário otimista, as cooperativas do Paraná alcançarão a meta dos R$ 200 bilhões em 2025. No realista, será um ano depois, enquanto que no pessimista será em 2029. "O objetivo é o desenvolvimento sustentável do cooperativismo paranaense. Existe potencial para atingir as metas planejadas, inclusive, antes do prazo previsto. Estamos bastante otimistas", revelou.

ESG+Coop
Depois da apresentação global do PRC200, o foco do Fórum Financeiro voltou-se para um dos projetos que compõem o plano: o projeto 14 que trata do Programa de Certificação de Cooperativas ESG+Coop. "Este é um assunto que vem sendo muito discutido. Nas entrevistas com os presidentes de cooperativas realizadas para estruturar o PRC200, este tema foi citado por 52% dos dirigentes do ramo agropecuário e por 50% do ramo crédito", explicou o superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche.

O objetivo do projeto 14 é criar um programa de monitoramento, avaliação e certificação das cooperativas do Estado do Paraná, com foco no atendimento a requisitos ambientais, sociais de governança e desempenho. "É uma proposta ambiciosa, mas a gente pensa, realmente, em desenvolver uma certificação. E toda essa jornada que estamos construindo vai nos levar para essa certificação dos indicadores econômicos, ambientais, sociais e governança, que é o ESG", disse Boesche. "O alvo é fornecer um documento para que a cooperativa, dentro da sua necessidade, possa apresentar ao mercado, comprovando que há um monitoramento de fora para dentro", completou.

Veja mais notícias sobre AgronegócioNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 12 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/