Sidebar Menu

Um leilão de vinhos em benefício de uma grande causa

Rótulos arrematados da adega de Junior Durski renderam mais de R$ 1 milhão para a conclusão da obra do Erastinho, em Curitiba
Em razão da generosidade do chef, agora falta apenas R$ 1 milhão para alcançar o recurso para finalizar a construção

Em meio à pandemia do coronavírus, eis que mais um bom exemplo foi protagonizado por um empresário da região Sul. O chef Junior Durski (foto), um dos sócios-fundadores da rede de restaurantes Madero, colocou à venda em leilão virtual uma seleção de vinhos, objetos de coleção (como camisas autografadas de grandes clubes e seleções de futebol) e jantares no seu premiado restaurante Durski. A renda será destinada integralmente para o Erastinho, vinculado ao tradicional Erasto Gaertner e primeiro hospital do Paraná especializado no tratamento do câncer infantil, que terá um investimento final de R$ 24 milhões.

Foram leiloados 180 rótulos, divididos em 30 lotes de seis garrafas, com lances mínimos que variam de R$ 9 mil a R$ 27 mil, reunindo preciosidades como os tintos franceses Liber Pater 2011 (um dos vinhos mais caros do mundo), Château Haut Brion 1983, Cheval Blanc 1978, Château Margaux 1979, Château Lafite Rothschild 1994 e Chateau Mouton Rothschild 1998, os portugueses Pêra Manca 2008, Barca Velha 1995 e Casa Ferreirinha Reserva Especial 1984, o espanhol Vega Sicilia Único 2005 e diversos italianos da estirpe dos Brunellos e Barolos, só para citar alguns. A informação foi dada com exclusividade pelo blog de Caio Gottlieb, um dos mais renomados jornalistas do Paraná, com forte atuação na região Oeste.

Realizado através do WhatsApp, o evento movimentou interessados do Brasil inteiro e teve como recorde o arremate de um lote de seis tintos franceses por um empresário curitibano pelo valor de R$ 64 mil. Idealizado com o objetivo de arrecadar algo próximo de R$ 700 mil, o pregão levantou mais de R$ 1,2 milhão. Em razão da generosidade do chef, agora falta apenas R$ 1 milhão para alcançar o recurso necessário para finalizar a obra em Curitiba.

Quem sabe outro generoso amante de vinhos siga o exemplo de Durski e leiloe preciosidades em prol de salvar vidas?

Veja mais notícias sobre Negócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 15 Julho 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection