Sidebar Menu

Saiba onde é mais barato comprar vinho no Sul

IPCA de julho, calculado pelo IBGE, revela que Curitiba teve queda no preço da bebida no mês e no acumulado de 2020
Rótulos vendidos na capital paranaense já caíram 1,3% no ano

Uma tendência evidenciada desde que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começou a medir a inflação do vinho em janeiro é a disparidade do índice entre as cidades pesquisadas. No Sul salta aos olhos a galopante remarcação de preços protagonizada pelos estabelecimentos de Porto Alegre (10,7% até julho), ainda que tenha sofrido queda no mês passado.

Curitiba toma a direção contrária: no acumulado anual a bebida deflacionou 1,3% e em julho a queda foi ainda maior (-2%). O número se torna ainda mais relevante visto que o IPCA do vinho aumentou 3,8% no ano, ou seja, o curitibano pode ter acesso a uma gama de produtos do gênero com preço até 5,8% menor que a média nacional. Florianópolis não faz parte das capitais pesquisadas pelo IBGE. Os dados foram compilados pelo Blog Cepas & Cifras (veja todos os índices nas tabelas a seguir).

O vinho servido em restaurantes também teve retração no Brasil no acumulado anual, mas já está mais caro em julho (+1,1%). Pela metodologia empregada, esse item é pesquisado apenas na cidade do Rio de Janeiro.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 29 Setembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection