Sidebar Menu

​Saúde corporativa ganha um novo aliado robótico, o Robios

AgileCare e Human Robotics desenvolvem tecnologia para o chão de fábrica
A máquina é programada para percorrer o chão de fábricas


A empresa paranaense AgileCare, especializada em programas corporativos de qualidade de vida, colocou no mercado um novo produto: o robô Robios. Interativa, a máquina produzida pela Human Robotics com exclusividade para a AgileCare na área da saúde, é programada para percorrer o chão de fábricas.

"Queremos inovar e apresentar novas formas de introduzir programas de qualidade de vida na rotina das organizações. Acreditamos que a robotização e o uso de inteligência artificial estão alinhados com nossa proposta. Por meio dessa ferramenta podemos melhorar o atendimento e o engajamento do público-alvo. O Robios é nosso parceiro ideal para alcançar o colaborador porque está apto a cuidar de seres humanos: sabe identificar, conversar, integra softwares e ainda se desloca sozinho", explica Cintia Dilay, uma das fundadoras da AgileCare.

Olivier Smadja, fundador da Human Robotics, diz que o Robios revoluciona o que chamamos de atendimento presencial. "Com suas funcionalidades de telepresença, triagem autônoma e diálogo interativo, conseguimos tornar mais ágil, eficiente e flexível a telemedicina nas empresas, além de algo divertido."

Mais engajamento
A presença do robô é encarada pela AgileCare como um divisor de águas na saúde corporativa porque é capaz de melhorar o engajamento dos colaboradores nos programas de promoção à saúde. A motivação, aliás, é vista pelos fundadores da empresa como um elemento vital para o sucesso desses programas.

"Em grandes indústrias, o maior desafio das equipes de recursos humanos é engajar os funcionários na participação dos programas e mudar quadros de risco pela adoção de comportamento saudável. A criação dos programas de saúde passa por um estudo epidemiológico da população daquela empresa", conta Alessandro Neri, sócio da AgileCare. O Robios entra em cena desde o início desse processo e agiliza a realização de entrevistas que irão permitir fazer um mapeamento da saúde daquele universo de pessoas. O robô poderá visitar a fábrica e abordar cada colaborador, que irá interagir com a máquina por meio de comando de voz ou touch screen.

Após a definição dos programas de saúde que serão adotados naquela empresa, com base no diagnóstico inicial, o Robios auxilia na realização de atividades – em grupo ou individuais – sem que o profissional de saúde (educador físico, fisioterapeutas, nutricionista, médico, psicólogo e enfermeiras) precise estar presente. "Com o Robios nossos projetos ganham escalabilidade já que os profissionais que irão orientar as ações não perdem tempo com deslocamento e conseguem ampliar o número de atendimentos às empresas nos mesmos dias", explica Cintia.

Neri acrescenta que outra vantagem do robô é a captura de indicadores que possam mensurar os resultados dos programas. "Os gestores terão nas mãos informações de saúde da população assistida, o que favorece a tomada de decisões e, consequentemente, a promoção de melhores resultados", avalia. A construção de um banco de dados também permite o monitoramento do engajamento dos participantes em programas e linhas de cuidados para conhecer realmente a efetividade de cada ação.

Veja mais notícias sobre ParanáSaúdeTecnologia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection