South Summit Brazil ganha alcance global

Evento é considerado o maior encontro de inovação e empreendedorismo na América Latina
A abertura oficial ocorreu no Arena Stage, principal palco do encontro

Líder na promoção de empreendimentos inovadores em todo o país, o Rio Grande do Sul iniciou, na quarta-feira (20), em Porto Alegre, a terceira edição do South Summit Brazil (SSB). Correalizado pelo governo do Estado, o evento já é considerado o maior encontro de inovação e empreendedorismo na América Latina. O primeiro dia desta edição mostrou que o SSB está se consolidando, cada vez mais, como um evento de dimensão global. A abertura oficial ocorreu no Arena Stage, principal palco do encontro. A solenidade contou com a presença do governador Eduardo Leite, do presidente do South Summit Brazil, José Renato Hopf, e da fundadora do South Summit na Espanha, María Benjumea. Também participou da solenidade o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo.

"Nosso Rio Grande do Sul está se tornando, cada vez mais, o Estado mais empreendedor. Somos um ponto de conexão na América do Sul entre a parte que fala português e a que fala espanhol e temos a oportunidade de fazer um evento com alcance global", disse Leite em seu pronunciamento. "Eu só quero agradecer. Sempre sonhamos com isso. Temos muito o que aprender com o Brasil, o Rio Grande do Sul e Porto Alegre. Esta edição foi construída por equipes que realmente trabalharam muito. Esse evento mostra como todos podem realizar seus sonhos. South Summit é negócio, transformação e impacto", ressaltou Maria Benjumea.

Para Hopf, Porto Alegre está mais do que credenciada como sede do maior evento de inovação da América Latina. "Sinto orgulho de fazer parte dessa trajetória, de promover um evento desse porte na nossa capital e no nosso Estado", lembrou ele. "É com muita empolgação e alegria que iniciamos mais uma edição desse evento que vem se consolidando, a cada ano, como um dos principais eventos globais de inovação. Reunimos em Porto Alegre investidores, empresas e startups do mundo inteiro", afirmou. "Inovação é risco, é ousadia e é uma janela para o futuro. Também é uma maneira de fazer com que o mundo nos enxergue. E a inovação só faz sentido se proporcionar benefícios sociais", finalizou Audy. O evento segue até sexta-feira (22), reunindo startups, investidores e fundos de investimento com o objetivo de gerar negócios e impulsionar o crescimento econômico.

Nos sete palcos de conteúdo, a programação fervilhou com palestras sobre capital de risco, impacto de lideranças femininas, esporte e empreendedorismo e tecnologias do agronegócio, entre vários outros temas. No Marketplace, a circulação também foi frenética, possibilitando muitas conexões valiosas e novas oportunidades de negócios. A Competição de Startups segue a todo vapor, com as apresentações das finalistas. O encontro deste ano recebeu, para a Competição de Startups, inscrições de 81 países e espera 24 mil pessoas de cerca de 50 nações. O evento conta com mil investidores, 140 fundos de investimento nacionais e internacionais, 600 palestrantes, 7 mil empresas e 3 mil startups – que não entraram na disputa. Somados todos os fundos presentes, a carteira deve ultrapassar 200 bilhões de dólares sob gestão. Neste ano, o espaço passou a abranger quatro armazéns, perfazendo um quilômetro de extensão e ocupando uma área de 38 mil metros quadrados.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 25 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/