Unimed Londrina terá hospital próprio com 150 leitos

O investimento será de mais de R$ 150 milhões
A proposta vinha sendo discutida há mais de dez anos pela administração da Unimed Londrina

Os médicos cooperados da Unimed Londrina aprovaram em assembleia realizada nesta semana a construção de um hospital próprio para a cooperativa. A definição do projeto inicia neste mês e a previsão é que o hospital seja entregue dentro de três anos. O investimento será de mais de R$ 150 milhões e conforme estudos preliminares. Inicialmente o hospital deve gerar 800 empregos diretamente.

Conforme o presidente da Unimed Londrina, Omar Genha Taha, o hospital vem para suprir uma importante lacuna na saúde da cidade. "Esta entrega vai beneficiar todas as pessoas que moram em Londrina e região. Teremos um hospital altamente capacitado para atender os clientes da melhor forma possível. Serão 150 leitos a mais na cidade", explica.

Segundo ele, a proposta vinha sendo discutida há mais de dez anos pela administração. Na reunião que definiu a construção do novo hospital, também foi aprovada a criação de um grupo de trabalho que vai participar da definição do projeto e acompanhar os próximos passos do empreendimento. Este grupo deve ser formado por médicos cooperados que atuam em diferentes áreas, como também membros da diretoria da empresa.

A Unimed Londrina é a 182ª maior empresa da região e também a 73ª maior do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui.

Quer saber mais sobre negócios do Paraná?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja mais notícias sobre Negócios do SulEmpresaParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 21 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/