Sul impulsiona crescimento da marca Seara, da JBS

Grupo está investindo R$ 570 milhões em três novas fábricas de ração na região
Unidades do Grupo JBS vão gerar mais de 300 novos postos de trabalho no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul

A JBS está finalizando investimentos que totalizam investindo R$ 570 milhões para a construção de três novas fábricas de ração localizadas nas cidades de Seberi (RS), Santo Inácio (PR) e Itaiópolis (SC), todas na região Sul. Os aportes têm como foco adequar o fornecimento de insumos à atual capacidade produtiva da Seara, que teve importante ampliação nos últimos anos, como resultado do plano de investimentos executado pela empresa. Ao todo, as unidades representam um incremento superior a 1 milhão de toneladas por ano na produção de ração da Seara.

Além de fortalecer a capacidade produtiva da empresa nos segmentos de aves e suínos, mais de 300 postos de trabalho estão sendo criados com o início das atividades das fábricas. "As novas fábricas são equipadas com o que há de mais moderno em automação e dispõem da mais alta tecnologia disponível para a produção dos insumos. Esses investimentos demonstram nosso esforço contínuo para ampliação da nossa capacidade de produção", afirma João Campos, presidente da Seara.

Com investimento de R$ 145 milhões, a nova planta de Santo Inácio, no Paraná, ocupa uma área de 11,3 mil metros quadrados construídos, e possibilitou a geração de 80 novas vagas de emprego. Com isso, a Seara terá os insumos necessários para alimentar a capacidade de processamento nas cidades paranaenses de Rolândia, Santo Inácio e Jaguapitã. Vale lembrar que neste ano a Seara inaugurou duas unidades industriais em Rolândia, consideradas entre as mais modernas da JBS no Brasil. Já o investimento de R$ 194 milhões em Itaiópolis, em Santa Catarina, visou a construção de um complexo com duas fábricas, com total de 13,8 mil m² de área construída. Uma unidade é voltada para a produção de ração. Com previsão de entrega para março de 2024, abastecerá mais de 200 produtores integrados e mais de 300 aviários da região.

A segunda é a fábrica de premix, um produto essencial para a qualidade nutricional da ração. Trata-se de um insumo que concentra todas as vitaminas e minerais necessários para a alimentação dos animais. O investimento permitirá que a Seara priorize a oferta de premix, hoje adquirida de fornecedores terceirizados, tendo um controle ainda mais rigoroso sobre a qualidade final do produto. A instalação atenderá a 100% da demanda das fábricas do negócio. Ao todo, serão gerados 120 novos postos de trabalho nas duas plantas. Em Seberi, o investimento na fábrica chegou a R$ 230 milhões. Considerada estratégica, visto que poderá otimizar entregas, reduzir custos logísticos e estimular a fidelização de fornecedores, a fábrica proporcionou a geração de até 110 empregos diretos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 15 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/