PipeRun lança solução para ajudar empresas a estruturar gestão de vendas

CS Consulting é resultado de pesquisa que apresentou uma série de dificuldades das companhias de todo o país
Cezar Gehm, Osvaldo Gehm e Fausto Reichert, da PipeRun: lançamento é mais uma resposta a uma necessidade concreta apresentada pelos clientes

A cada mês, a equipe da PipeRun faz contatos com duas mil empresas de todo o país. As pesquisas executadas na qualificação ou prospecção de leads ou nos atendimentos e avaliações com clientes resultam em uma lista detalhada de necessidades. O levantamento traz diversas conclusões sobre o cenário de negócios no Brasil, sendo que uma das principais delas é a dificuldade crescente quanto à geração de demanda e gestão de vendas. Com base nesse diagnóstico, a salestech lançou um novo serviço: o CS Consulting, composto pelo uso intensivo dos relatórios de gestão da plataforma e contando com integração do Power BI.

A tabulação dos dados evidenciou a complexidade enfrentada pelas companhias brasileiras. Esse panorama é consequência direta do contínuo aumento de custos, canais, redes, formatos de anúncios (ADS) e produção dos conteúdos para SEO. A pesquisa revela que aproximadamente 36% das companhias carecem de leads para atuar no formato inside sales (atendimento remoto) e no uso intensivo das ligações de prospecção ativa — conhecidas como cold call —, além da prospecção via redes sociais, como o LinkedIn.

"Com a nossa visão e o acompanhamento próximo dos clientes, a cocriação dos produtos e serviços com eles se torna fundamental. Esse lançamento é mais uma resposta a uma necessidade concreta apresentada pelos clientes. Com isso, reforçamos nosso propósito de ajudar o Brasil a crescer e nosso compromisso com a aceleração de vendas dos nossos clientes", afirma o CEO Cezar Gehm.

O CRO Fausto Reichert destaca que a rede da PipeRun reúne mais de 400 parceiros, sendo majoritariamente formada por agências de marketing digital e consultorias de vendas. "Nossos parceiros atuam diretamente nessa necessidade de geração de leads e serviços de marketing e vendas. E, assim, nossa rede se torna parte de uma plataforma completa dentro de um ecossistema digital", ressalta.

Educação e formação de equipes
Os executivos apontam que a alta complexidade técnica dos canais de aquisição na geração de demanda exige ciclos de treinamento e formação. Porém, eles não suprem a necessidade de profissionais para preenchimento de todas as vagas abertas nas empresas, frente à velocidade crescente da tecnologia. Em razão disso, muitos clientes e leads são direcionados para atendimento pela rede de parceiros da PipeRun, onde os serviços e as equipes dos parceiros complementam a oferta principal.

A pesquisa realizada pela plataforma também mostrou que mais de 54% dos negócios buscam apoio para melhorar seus resultados, experiências e manutenção da carteira de clientes. Atenta a esse contexto, a PipeRun criou há alguns anos sua Academy, com cursos do CRM e a ampliação de seus conteúdos produzidos via webinários, vídeos e textos na central de ajuda e no blog de marketing e vendas. Há ainda serviços exclusivos aos clientes e restritos ao uso do CRM.

"Começamos a realizar eventos no formato masterclass com nosso time de vendas e customer success juntamente com nossos clientes. Nesses encontros, debatemos sobre seus métodos, resultados, trocamos experiências e alinhamos a cooperação diante de cada necessidade. O CS Consulting, que é um serviço recorrente, complementa e fortalece a oferta principal, servindo de apoio no uso do CRM. E, também, reduzirá o impacto da dificuldade financeira e da cultura do 'faça você mesmo''', complementa o CTO Osvaldo Gehm.

A PipeRun projeta que, neste semestre, ao menos 100 empresas façam a adesão ao novo serviço, garantindo qualidade e longevidade ao projeto, e que esse item possa gerar demandas para toda a rede de parceiros.

Saiba mais sobre o CS Consulting
Visando um ciclo completo de monitoramento durante as agendas com o time de customer success da PipeRun, serão avaliados os seguintes itens:

  • Vendas realizadas;
  • Forecast de vendas;
  • Metas de vendas;
  • Lead time de vendas;
  • Ticket médio.

  • As agendas técnicas serão mensais. E, para atingir os objetivos táticos, também será analisado um conjunto de fatores, dentre os quais:

  • Relatório de pipeline e visão de listas;
  • Balanceamento de oportunidades;
  • OPs com as datas previstas de fechamento;
  • SLA obrigatório de etapas dos funis;
  • Motivos de perdas dos funis;
  • Canais de origem da aquisição;
  • Segmentos atendidos;
  • Taxas de processamento semanal;
  • Taxas de conversão por funil e etapas.
  • Veja também:

     

    Comentários:

    Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
    Visitante
    Quarta, 10 Agosto 2022

    Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/