Aceleradora de startups da Tupy busca empreendedores no exterior

Inscrições para o segundo ciclo de aceleração estão abertas até 31 de agosto
A Green Fuel criou um sistema para motores à combustão, que reduz a emissão de gases e o consumo de combustível, por meio do uso do hidrogênio

Em seu segundo ano de existência, a ShiftT, aceleradora de startups da companhia catarinense Tupy, amplia a busca por empreendedores. Agora, além de startups brasileiras, podem participar também empreendedores de outros países. No primeiro ciclo, foram mais de 100 inscritas de todas as regiões do Brasil. Para expandir esse alcance, o time que lidera a iniciativa irá rodar o país para apresentar a proposta de valor do programa aos ecossistemas de inovação locais. Até o momento, sete estados já têm eventos confirmados: Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo.

As inscrições para o segundo ciclo de aceleração estão abertas até 31 de agosto e devem ser feitas no site da ShiftT. Atualmente, quatro empresas estão sendo aceleradas pela Tupy: Exy (criadora de um exoesqueleto vestível que contribui com a ergonomia), Green Fuel (criou um sistema para motores à combustão, que reduz a emissão de gases e o consumo de combustível, por meio do uso do hidrogênio), Hedro (possui tecnologias para instrumentar ambientes industriais, comerciais e rurais com sensores inteligentes sem fio) e Pix Force (desenvolve soluções de visão computacional e visão de máquina, baseadas em inteligência artificial e machine learning).

"O que despertou maior interesse no programa de aceleração da ShiftT foi a oportunidade de parceria com uma grande empresa, que tem elevada credibilidade na indústria. Nossa expectativa é somar competências para entrar no mercado com um produto novo, que promove ganho de competitividade para os clientes e contribui com meio ambiente. Para isso, temos de superar os desafios associados a todas as inovações e a ShiftT tem sido muito importante nessa trajetória", explica Marcos César Pereira da Silva, CEO da Green Fuel.

"A ShiftT possui um modelo de operação completamente diferente de outras aceleradoras existentes. A geração de valor para as startups aceleradas é única, pois, além dos benefícios convencionais, a conexão com os profissionais e conhecimentos da Tupy elevam ambos os lados para outro patamar de atuação e resultados", diz Daniel Moraes, Head de inovação e transformação digital da Tupy.

Os projetos e iniciativas relevantes anunciadas pela Tupy no último ano, como as parcerias em reciclagem de baterias, projetos que habilitem o uso de novos combustíveis, como o hidrogênio, lançamento do portal de inovação aberta, entre outras, ampliam o campo de atuação e as possibilidades de codesenvolvimento e inovação com as startups aceleradas.

Dentre os destaques da proposta de valor da ShiftT está o conceito equity free, ou seja, o empreendedor não precisa abrir mão de parte da sua empresa para poder participar do processo de aceleração. Também são premissas da aceleradora catarinense o respeito total à propriedade intelectual das startups e dos seus talentos. Além da conexão com toda a estrutura da Tupy, os empreendedores selecionados vão passar por mentorias exclusivas, aplicadas por cerca de 30 profissionais da companhia, com experiência nas mais diferentes áreas de conhecimento.

Quer saber mais sobre empreendedorismo?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 21 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/