Três Tentos estreia no segmento de Novo Mercado da B3

A empresa tem registrado crescimento em torno de 27% ao ano na última década
Os recursos captados vão ajudar a companhia na sua expansão em direção ao Centro-Oeste

Companhia do agronegócio brasileiro, a Três Tentos Agroindustrial ingressou nesta segunda-feira (12) no segmento de Novo Mercado da B3, realizando uma oferta primária de ações. A ação, cujo preço inicial fixado foi de R$ 12,25, registrou valorização de 7% nas primeiras negociações. Os ativos fecharam em queda de 1,22%, a R$ 12,10, depois de chegarem a cair 2,04%, a R$ 12, na mínima do dia. 

A oferta de ações da 3tentos foi restrita, via Instrução CVM 476, ou seja, direcionada a investidores profissionais, com pelo menos R$ 10 milhões para a compra de papéis. A oferta ainda pode contar com lote adicional e suplementar de ações até 13 de agosto, quando toda a operação estará concluída. Realizado na sede da B3, no Centro de São Paulo, e seguindo protocolos adotados na pandemia, o evento contou com a participação de Gilson Finkelsztajn, CEO da B3, e dos cofundadores da 3tentos, Luiz Osório Dumoncel, CEO da empresa, e João Marcelo Dumoncel, COO, além de outros executivos.

"Sabemos da nossa responsabilidade com os produtores, o time 3tentos e os acionistas, e nós superaremos todos os desafios. Conjugar agricultura, produtividade, alimento e energia renovável é o que a Três Tentos busca desde seu primeiro dia de vida", disse Luiz Osório Dumoncel, CEO da 3tentos, em seu discurso antes do toque de campainha que marcou o IPO.

Os recursos captados vão ajudar a companhia no projeto de consolidação da sua liderança no mercado do Rio Grande do Sul e na sua expansão em direção ao Centro-Oeste, onde investirá na operação de varejo de insumos e também uma nova planta industrial em Mato Grosso, com produção de biodiesel. Os planos incluem a abertura de mais 30 lojas até 2025, sendo 22 no Rio Grande do Sul (três já foram abertas em 2021) e outras oito no Mato Grosso (hoje há uma loja no estado). No total, a companhia contará com 70 lojas em funcionamento dentro de cinco anos.

Na última década, a empresa tem registrado crescimento em torno de 27% ao ano. Em 2020, a companhia faturou R$ 3,1 bilhões, com aumento de 38,9% na receita, em relação ao ano anterior.

Veja mais notícias sobre EmpresaMercado de CapitaisRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection