EcoRodovias vence leilão da BR 364 com menor pedágio

A EcoRodovias venceu nesta sexta-feira (27) o leilão para concessão da rodovia BR 364/365 realizado na B3 (antiga Bovespa). A empresa ofereceu uma tarifa de pedágio de R$ 4,69, o que significou um lance 33,1% menor do que o valor máximo estipulado pe...
EcoRodovias vence leilão da BR 364 com menor pedágio

A EcoRodovias venceu nesta sexta-feira (27) o leilão para concessão da rodovia BR 364/365 realizado na B3 (antiga Bovespa). A empresa ofereceu uma tarifa de pedágio de R$ 4,69, o que significou um lance 33,1% menor do que o valor máximo estipulado pelo governo federal de R$ 7,02. Nessa modalidade de disputa, vence aquele que oferecer a menor tarifa a partir do teto estipulado para a concorrência. O consórcio Silva e Bertoli ofereceu uma tarifa de R$ 5,75 – 18% menor do que o valor máximo – e o Consórcio Way de R$ 5,82, um deságio de 17%.

A estrada liga o município goiano de Jataí até a cidade mineira de Uberlândia, em um total de 437 quilômetros. A concessão tem validade 30 anos com a previsão de investimentos de R$ 2,06 bilhões ao longo deste período. A concessionária deverá ter ainda que desembolsar R$ 2,53 bilhões em custos operacionais. A EcoRodovias tem 2,6 mil km de rodovias sob sua administração. No estado de São Paulo tem o controle do Sistema Anchieta Imigrantes, ligação da capital com a Baixada Santista, e da Rodovia Ayrton Senna. No Paraná, administra a BR 277, que liga o Porto de Paranaguá a Foz do Iguaçu.

Em agosto, a empresa assinou o acordo de leniência com a força-tarefa da Lava Jato, do Ministério Público Federal no Paraná. A empresa reconheceu ter pago propinas para ser beneficiada nos contratos de concessão que tem no Paraná. A EcoRodovias se comprometeu a pagar uma reparação de R$ 400 milhões, sendo que R$ 220 milhões serão usados para reduzir em 30% os valores de todas as tarifas de pedágio da empresa no estado. Serão destinados ainda R$ 150 milhões para investimentos nas estradas administradas pela empresa e R$ 30 milhões em multa. Segundo o diretor de Finanças da EcoRodovias, Marcello Guidotti, o acordo encerra o caso. “O acordo foi assinado. É um capítulo encerrado. Agora, estamos cumprindo com o estabelecido”, destacou

Veja mais notícias sobre Infraestrutura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/