Aeroporto de Foz do Iguaçu receberá R$ 270 milhões para ampliar capacidade

A previsão é que as obras sejam finalizadas até o fim de 2024
O terminal de passageiros será ampliado, com novos conectores para acesso aos pontos de embarque, o que levará mais comodidade e praticidade para quem utiliza o aeroporto

As obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu – Cataratas, no Oeste do Paraná, tiveram início nesta semana. Ao todo, serão R$ 270 milhões em investimentos realizados nesta primeira fase pela CCR Aeroportos, empresa que administra o terminal aéreo desde maio de 2022. O objetivo é melhorar o atendimento aos passageiros e aumentar a capacidade da estrutura. A previsão é que as obras sejam finalizadas até o fim de 2024, com adequações na pista, construção de pátios para as aeronaves e reforma no terminal de passageiros. A expectativa é que sejam gerados 250 empregos diretos durante a fase de construção, aquecendo a economia local.

A obra vai aumentar a segurança operacional do terminal, otimizar a capacidade de atendimento de aeronaves e proporcionar um ambiente mais confortável e moderno para os passageiros. Entre as intervenções estruturais previstas no aeroporto, está a implantação das áreas de escape na pista. A CCR Aeroportos irá construir três novos pátios de aeronaves, com capacidade para 13 posições C, divididas em 6, 4 e 3 posições por pátio. Além disso, o terminal de passageiros será ampliado, com novos conectores para acesso aos pontos de embarque, o que levará mais comodidade e praticidade para quem utiliza o aeroporto. Também está prevista a relocação de interferências (de menor estrutura), e a construção de terminais de cargas.

"Nós estamos realizando obras em todos os nossos aeroportos do Paraná e ficamos muito felizes em iniciar a obra em Foz. Nosso objetivo é levar os aeroportos paranaenses para outro patamar, que o Paraná merece", ressaltou Fábio Russo, presidente da CCR Aeroportos. "É um processo longo, complexo, de licenciamento, de diálogo, para encontrar a melhor solução que o Paraná precise. O aeroporto de Foz do Iguaçu é um dos principais do país, devido ao seu fluxo de turistas e seu potencial para receber o turismo principalmente de natureza". Após finalizadas, a capacidade do aeroporto será ampliada, passando de 2 mil passageiros por hora para 2,6 mil de passageiros/hora, contribuindo com o aumento no número de turistas na cidade. O terminal aéreo conta hoje com voos internacionais para Santiago (Chile), pela JetSmart e, a partir de novembro, para Lima (Peru), pela Latam.

– A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR. Ela opera 20 terminais aéreos no mundo em quatro países e nove estados brasileiros. Ao todo administra 17 aeroportos no Brasil, sendo quatro deles no Paraná: Curitiba, Bacacheri, Londrina (que receberá investimento de R$ 185 milhões) e Foz do Iguaçu. Além do Aeroporto de Foz do Iguaçu, a empresa também está iniciando, de forma simultânea, melhorias em outros 14 aeroportos sob sua gestão no País, entre eles os outros três do Paraná. Em 2021, o aeroporto de Foz do Iguaçu fez parte de um pacote de concessões para a iniciativa privada, composto também pelos aeroportos Afonso Pena, em São José dos Pinhais; Governador José Richa, em Londrina; e Bacacheri, em Curitiba, com previsão total de investimentos de cerca de R$ 1,4 bilhão por 30 anos. Somente em Foz, a estimativa de investimentos no contrato de concessão é de R$ 512 milhões.

Veja mais notícias sobre InfraestruturaNegócios do SulParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/