Sementes Castrolanda inicia venda para fora do Brasil

Cooperativa fecha parceria comercial com empresa paraguaia IASA
A iniciativa partiu da própria IASA, que viu no mercado local a oportunidade de investir no posicionamento de sementes de soja certificadas

A Sementes Castrolanda iniciou, na última semana, uma parceria inédita que possibilitará a venda de sementes certificadas de soja no Paraguai – trata-se também da primeira ação de exportação de sementes da história da cooperativa de Castro (PR). O trabalho conta com o apoio da Inversiones Agricolas S/A (IASA), que ficará responsável pela comercialização das sementes em solo paraguaio.

"São dois trabalhos pioneiros: o da IASA, fomentando junto aos produtores as necessidades e vantagens do uso de sementes certificadas, e o nosso, de exportar juntamente com nosso know-how, as sementes de procedência e de qualidade ao Paraguai", conta Filipe Antonio Oliveira, coordenador da Sementes Castrolanda.

A iniciativa partiu da própria IASA, que viu no mercado local a oportunidade de investir no posicionamento de sementes de soja certificadas. A IASA tem 12 anos de atuação no Paraguai, com cinco unidades de recepção de grãos e sete escritórios de atendimento ao cliente espalhados pelo país. Atualmente os produtores do país estão deixando de lado a multiplicação das sementes por conta própria e investindo no uso de sementes certificadas.

A cooperativa Castrolanda é a 43ª maior empresa da região e também a 15ª maior do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado por AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre EmpresaAgronegócioSul for ExportParaná.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 04 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/