Randoncorp registra receita líquida consolidada de R$ 2,8 bilhões no segundo trimestre

Valor representa estabilidade na comparação com o mesmo período de 2022
Sérgio Carvalho destaca competitividade da companhia gaúcha

A Randoncorp registrou, no segundo trimestre de 2023, receita líquida consolidada de R$ 2,8 bilhões, valor que representa estabilidade na comparação com mesmo período do ano passado. Considerando o contexto de mercado complexo, com queda de cerca de 40% na produção de caminhões no Brasil e crédito com taxas elevadas, o desempenho alcançado pela companhia é fruto da estratégia de negócios e reflete a internacionalização e diversificação de portfólio e mercados de atuação das empresas do grupo. No comparativo da primeira metade do ano, houve avanço de 3,6%, atingindo R$ 5,4 bilhões de receita nos primeiros seis meses de 2023 (veja os principais indicadores na tabela ao final desta reportagem).

Enquanto os volumes de vendas de autopeças para montadoras estão em patamares inferiores à média dos últimos dois anos, devido à redução na produção de caminhões no país, o mercado de reposição de autopeças está aquecido e o segmento de semirreboques segue com boa demanda do setor agrícola e de linhas de tanques para combustíveis. As receitas do mercado externo somaram US$ 130,2 milhões no segundo trimestre, crescimento de 15,8%, representando 23,2% da receita líquida consolidada. No acumulado anual, esse indicador atingiu US$ 241,2 milhões, 13,6% superior ao valor alcançado entre janeiro e junho de 2022.

"Em particular, quando analisamos o cenário do segundo trimestre, as reduções de demanda em algumas linhas de produto foram mitigadas pela boa performance de outras, e o aumento da exposição internacional das empresas do grupo tem sido fundamental para compensar os desafios do mercado doméstico", explica o CFO da Randoncorp, Paulo Prignolato. As empresas adquiridas recentemente trouxeram incrementos de receitas. As operações da Hércules no segmento de semirreboques, expandindo atuação da vertical Montadora para os Estados Unidos, e da Juratek, no mercado de reposição de autopeças na Europa, controlada pela Frasle Mobility, adicionaram R$ 147,9 milhões ao faturamento do segundo trimestre. Outros R$ 28,1 milhões foram oriundos da empresa DB, que compõe a vertical de serviços financeiros e digitais da companhia.

"Indicadores como esses reafirmam a Randoncorp que estamos construindo hoje e projetam o queremos para o futuro: uma companhia cada vez mais competitiva", comemora Sérgio L. Carvalho, CEO da empresa sediada em Caxias do Sul. A RandonCorp é a 24ª maior empresa da região e também a oitava maior do Rio Grande do Sul, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC, com base nos balanços do exercício de 2021. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 12 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/