Faturamento da Quero-Quero avança 17,7% até junho

Companhia obteve prejuízo de R$ 14,6 milhões no semestre
O cenário econômico afetou os negócios da empresa entre abril e junho

A Quero-Quero anunciou nesta quinta-feira (4) que ultrapassou R$ 1 bilhão de receita no primeiro semestre. O valor foi 17,7% maior do que o mesmo período de 2021. O lucro, porém, foi revertido em prejuízo (R$ 14,6 milhões). Veja todos os indicadores da companhia na tabela ao final desta reportagem.

De acordo com a empresa, o resultado foi influenciado pela sazonalidade histórica das vendas – no primeiro semestre, as vendas tendem a ser menores em relação ao segundo semestre, também reflete a alta da taxa de juros e aumento da inflação, que impactam o poder aquisitivo do consumidor e os custos da companhia e os investimentos adicionais realizados ao longo do ano passado que ainda estão em fase de maturação e, portanto, distorcem a comparação entre os períodos.

Segundo Peter Furukawa, presidente da empresa, o cenário econômico afetou os negócios entre abril e junho. "Nunca tínhamos passado por juros altos e inflação alta, ambos nos afetam. Juros no crédito e inflação na demanda do nosso público consumidor da classe C e D", afirmou em teleconferência de apresentação dos resultados. Após um período de inadimplência abaixo dos níveis históricos, a varejista tem notado uma normalização do nível de atraso em linha com o período pré-pandemia.

A Quero-Quero inaugurou 14 novas lojas no trimestre, totalizando 28 aberturas no ano. A companhia tem 493 lojas e ultrapassou a marca de 400 cidades. "Embora o nosso foco no curto prazo permanece nos estados do Sul do Brasil, onde enxergamos oportunidade de expandir para mais 170 cidades, continuamos gradualmente investindo nos estados do Mato Grosso do Sul e São Paulo, onde foram abertas sete das 28 novas lojas no ano", enfatiza a companhia em seu relatório. Os investimentos da companhia totalizaram R$ 19,9 milhões entre abril e junho, incluindo aberturas de lojas, implementação de projetos, aportes em logística e TI.

Veja mais notícias sobre EmpresaNegócios do SulRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/