Sidebar Menu

BB instala agências especializadas em agronegócio no PR e no RS

Cooperativas cobram inclusão do oeste catarinense no programa que prevê instalação de agências voltadas ao agro até março
Suzin destaca que no oeste catarinense existem milhares de produtores operam com o Banco do Brasil

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta semana a abertura de 14 agências voltadas para o agronegócio em seis estados contemplando, inclusive, sete agências no Sul. As novas unidades serão instaladas até o fim de março em Cascavel (PR), Maringá (PR), Londrina (PR), Ponta Grossa (PR), Ijuí (RS), Santa Maria (RS) e Passo Fundo (RS). No entanto, o BB não destinou nenhuma agência para Santa Catarina.

Ao ser questionada pelo Portal AMANHÃ, a Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc) ressaltou a importância de contemplar Santa Catarina com uma agência para o setor. Luiz Vicente Suzin, que preside a entidade, aponta que o agronegócio catarinense é considerado um dois mais avançados do país e respondeu por 70% das exportações do estado em 2020.

Ele também lembrou que em 2016 o BB chegou a comunicar que instalaria em Chapecó uma agência especializada em agronegócio, atendendo pedido das entidades do setor. A medida foi confirmada pelo então ministro da Agricultura Blairo Maggi e aprovada pelo então vice-presidente de agronegócio do Banco do Brasil Tarcísio Hubner. Suzin destaca que na região do Grande Oeste barriga-verde existem milhares de produtores que operam com o BB. "As agências tornaram-se pequenas para o volume de atendimentos específicos voltado ao setor", explica.

Rio Verde (GO), Sorriso (MT), Dourados (MS), Araçatuba (SP), Presidente Prudente (SP), Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP) também receberão as novas unidades. Hoje, o BB tem quatro agências do tipo: em Goiânia (GO), Uberlândia (MG), Campo Grande (MS) e Campo Mourão (PR). Atualmente, o BB concentra 55,2% do crédito rural no País. Até setembro passado, segundo os dados mais recentes, o total de crédito do banco voltado para o agronegócio somava R$ 190,5 bilhões, o que corresponde a 26% da carteira de crédito total da instituição. 

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 27 Fevereiro 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection