Banrisul vai acelerar 30 startups de seis estados até setembro

Jovens empresas selecionadas terão acesso ampliado a fundos de investimentos
As startups são de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Sergipe

O Banrisul deu início na terça-feira (19) ao seu segundo ciclo de aceleração de startups – o BanriTech – com 30 jovens empresas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Sergipe. Até setembro deste ano, serão oferecidas mentorias exclusivas com a rede de executivos do Banco e do Tecnopuc, parceiro da iniciativa. As startups, selecionadas em edital, também terão contato com potenciais investidores e especialistas de mercado.

O BanriTech foi criado em 2021, tem assessoria técnica do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) e é destinado a startups que possuam faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Um evento virtual marcou a abertura do segundo ciclo de aceleração, com a presença da diretoria do Banco, do gestor de relacionamento e negócios da PUCRS, Leandro Pompermaier; da CEO da iUPay – uma das startups finalistas do 1º BanriTech – Ariane Pelicioli, além de mentores e gestores das empresas.

Das startups escolhidas por meio de edital, nove são da área de agronegócio, oito atuam em serviços financeiros, quatro em relacionamento com o cliente, duas em governos e sete em outros segmentos. As empresas são: aDoc, Agrare Gestor Rural, Agricon Business, Alana AI, Aqualuffa, AVANT Solar, Bank2B, BEMP, Bulzai, By Crop, Bybnk, ClickCompiliance, Flixpet Plataformas Digitais, Green Next, GreenMotor, HappyTrack, Igapó, InvestPlay, M2D1 Inovações e Tecnologia, n2, NordMoney, OpTime Rotas, Privacy Tools, ProspectaBio, Rematefy, SIGA TI, Smarti, SwitchPay, TrackCash e TUO Digital Bank.

De acordo com o diretor de tecnologia da informação e inovação do Banrisul, Jorge Krug, o conhecimento produzido nesse ecossistema de inovação é primordial para aprimorar os serviços das instituições financeiras. "Temos de fazer uso desse modelo, de uma forma adequada à realidade dos nossos quatro milhões de clientes e dos nossos nove mil colaboradores, para que haja um processo de evolução e de transformação, com segurança, consistência e agilidade", ressalta.

Para o diretor de crédito do banco, Osvaldo Lobo Pires, o BanriTech fortalece o ritmo de transformação ao qual a instituição já aderiu. "O segundo ciclo vem com uma nova pegada. A participação dos mentores, que são os nossos executivos, é um diferencial que permite que essas soluções das startups sejam utilizadas pelo próprio Banrisul. Por outro lado, as jovens empresas conseguem ter acesso ao crescimento que elas merecem, por meio de fundos de investimento, mentorias e networking", aponta.

As informações oficiais sobre o 2º ciclo de aceleração do BanriTech podem ser consultadas no site do Banrisul. A divulgação das três grandes vencedoras ocorrerá em um Pitch Day, no dia 28 de setembro de 2022.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/