Banrisul projeta investir em 200 startups

Primeiro contrato foi assinado com agrotech Insumo Fácil 
João Florêncio da Silva, Osvaldo Lobo Pires e os representantes da Insumo Fácil, assinando o contrato de financiamento

Pelo menos 200 startups brasileiras devem receber aportes com valor médio de R$ 300 mil concedidos via Banrisul. A instituição financeira passa a operar com duas novas linhas de fomento à pesquisa, desenvolvimento e inovação: Inovacred Expresso e Finep Conecta Automático. O start dessa iniciativa de estímulo foi dado na sexta-feira (28), já com assinatura de contrato.

A primeira empresa a aderir ao Inovacred Expresso é a agrotech gaúcha Insumo Fácil. Fundada em 2019, a startup foi pioneira no país ao propor um serviço que integra produtores rurais cadastrados, fornecedores e instituições financeiras. Mais empresas devem ser contempladas com a possibilidade de conseguir investimentos para equipamentos, softwares, serviços de consultoria, desenvolvimento de sistemas e treinamentos, entre outros avanços.

"Esse é mais um exemplo da presença do Banrisul no dia a dia das empresas, desde o processo de aceleração até o financiamento. A Insumo Fácil é uma startup acelerada pelo BanriTech, iniciativa do Banco que impulsiona o ecossistema de inovação", destaca o diretor de crédito do Banrisul, Osvaldo Lobo Pires.

De acordo com o gerente de desenvolvimento de produtos e microcrédito do Banrisul, Tiago Fernandes, o lançamento das duas linhas marcam uma nova fase, de mais proximidade com os anseios de quem empreende neste segmento. "Uma das principais dificuldades no acesso ao crédito pelas startups é o conjunto de garantias exigidas pelos bancos; neste sentido, como diferencial, o Banrisul vai permitir o uso do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI) nessas operações, pois sabemos que isso torna o processo mais acessível e inclusivo", destaca.

A linha Inovacred Expresso financia atividades de inovação, com processo simplificado de enquadramento. Oferece taxas compostas pela TJLP acrescida de 5% ao ano, com equalização de 40% da TJLP, para empresas com receita operacional bruta de até R$ 16 milhões, e prazo de até 48 meses para pagamento. Nessa modalidade, é necessário ter histórico de propriedade intelectual, ou ter recebido incentivos para inovação nos últimos 10 anos ou estar instalada ou fazer parte de incubadora ou parque tecnológico. Todas as startups que participaram do primeiro ciclo do BanriTech, em 2021, e que participarem dos próximos ciclos de aceleração do BanriTech, têm enquadramento nessa modalidade, condicionado à disponibilidade de recursos do produto e análise de crédito.

Já o Finep Conecta Automático é voltado para projetos em parceria com universidades e instituições de pesquisa, com taxas compostas pela TJLP acrescida de 5% ao ano, com equalização de 80% ou 100% da TJLP, conforme a receita operacional bruta da empresa e prazo de 60 meses para pagamento. Permite a conexão da empresa inovadora com um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) cadastrado pela Finep. Nesse caso, os serviços tecnológicos financiados precisam ser executados por um ICT.

Quer saber mais sobre negócios do Sul?
Receba diariamente a newsletter do Grupo AMANHÃ. Faça seu cadastro aqui e, ainda, acesse o acervo de publicações do Grupo AMANHÃ.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 12 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/