App iPatas reúne serviços e produtos para pets

Startup nasceu em Maringá e está em fase de expansão para outras cidades do Paraná
O processo de desenvolvimento da plataforma, criação da marca e o lançamento do aplicativo levaram cerca de um ano

Lançado em junho de 2020, o aplicativo iPatas coleciona números expressivos ao conectar seus clientes a 170 fornecedores de cerca de 15 mil produtos e serviços para pets. Em apenas um ano, a startup já soma 3 mil cadastros e 7 mil downloads. A plataforma iniciou sua atividade em Maringá e hoje atua também em Londrina e cidades vizinhas como Cambé, Arapongas e Sarandi. Ainda neste ano, a operação será estendida para outras regiões do estado. "Recebemos um aporte financeiro de um investidor com atuação nacional e isso amplia ainda mais nosso projeto de consolidação e expansão do iPatas", diz Felipe Ramalho, um dos sócios da empresa. O objetivo é facilitar o dia a dia dos tutores de pets, reunindo em uma mesma plataforma variedades de produtos e serviços para os animais de estimação. Tudo pode ser adquirido por meio do próprio aplicativo, sem a necessidade de o cliente sair de casa.

Ao baixar o aplicativo, que nessa configuração não tem concorrentes no mercado, o cliente cadastra seu endereço de entrega para que a plataforma busque prioritariamente por parceiros mais próximos. Para localizar os produtos e serviços, existem filtros por tipos de animais e por categorias de compras, como alimentos, higiene, saúde, brinquedos, entre outras. Além de fazer compras pelo iPatas e receber em casa, é possível agendar serviços como hospedagem, banho, tosa e adestramento por meio da plataforma. Segundo o levantamento da Euromonitor International, o Brasil se tornou o segundo maior mercado de produtos pet, com 6,4% de participação global, pela primeira vez acima do Reino Unido (6,1%), perdendo apenas para os Estados Unidos, que detém metade do mercado. Nos últimos cinco anos, o setor de acessórios e alimentos para pets avançou 87%.

De acordo com o Instituto Pet Brasil, o faturamento total do segmento, que inclui indústria e varejo, foi de R$ 35,4 bilhões até o terceiro trimestre de 2019, o que significa um crescimento de 3% sobre o ano anterior inteiro, que registrou R$ 34,4 bilhões. No Produto Interno Bruto (PIB) do país, esses dados representam uma fatia de 0,36%, superior aos segmentos de utilidades domésticas e de automação industrial, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet).

Paraná tem dois pets para cada três pessoas
O Brasil é um mercado bastante promissor e o Paraná um dos principais estados que fomentam o setor. Dados do Censo Pet, estudo feito pelo Instituto Pet Brasil, apontam que para cada três pessoas, há dois pets no estado. "Com esses números crescentes, o setor busca inovar para atender aos tutores de animais de estimação, que buscam cada vez mais facilidades que garantam o bem-estar animal", afirma Ramalho.

O iPatas surgiu em um trabalho realizado por Ramalho e seus sócios ao cursar um MBA na Fundação Getúlio Vargas (FGV). O processo de desenvolvimento da plataforma, criação da marca registrada e o lançamento do aplicativo levaram cerca de um ano. O aplicativo pode ser baixado de forma gratuita nas lojas virtuais do Google (Google Play) e da Apple (App Store). Para os lojistas não há cobrança de tarifa de entrada ou mensalidade, apenas uma comissão sobre as vendas realizadas por meio da plataforma.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection