Brasil registra criação de 211,7 mil postos de trabalho em setembro

No acumulado do ano, o Paraná gerou 100.283 empregos com carteira assinada
Entre os estados do Sul, o Paraná manteve a liderança de empregos gerados de janeiro a setembro

Após subir em agosto, a criação de emprego formal caiu em setembro. Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, 211.764 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos no último mês. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões. A criação de empregos caiu 23,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em setembro de 2022, tinham sido criados 278.023 postos de trabalho, nos dados com ajuste, que consideram declarações entregues em atraso pelos empregadores. Até setembro, foram abertas 1.599.918 vagas. Esse resultado é 26,6% mais baixo que no mesmo período do ano passado. A comparação considera os dados com ajustes, quando o Ministério do Trabalho registra declarações entregues fora do prazo pelos empregadores e retifica os dados de meses anteriores. A mudança da metodologia do Caged não torna possível a comparação com anos anteriores a 2020.

Todas as cinco regiões brasileiras criaram empregos com carteira assinada em setembro. O Sudeste liderou a abertura de vagas, com 82.350 postos a mais, seguido pelo Nordeste, com 75.108 postos. Em seguida, vem o Sul, com 22.330 postos. O Norte abriu 16.850 postos de trabalho, e o Centro-Oeste criou 14.793 vagas formais no mês passado. O Paraná gerou 100.283 empregos com carteira assinada de janeiro a setembro, o que representa o primeiro melhor saldo de postos de trabalho na região Sul e o quarto em todo o país. O saldo é a diferença entre admissões (1.376.960) e demissões (1.276.677). Desde o início do ano, o Paraná se mantém entre os primeiros no ranking nacional, perdendo apenas para os estados mais populosos como São Paulo (433.962), Minas Gerais (183.414) e Rio de Janeiro (123.028). No mês de setembro, especificamente, o Paraná registrou 9.046 novos postos de trabalho. Entre os estados do Sul, o Paraná manteve a liderança de empregos gerados de janeiro a setembro. Santa Catarina encerrou o período com saldo de 82.591 empregos e o Rio Grande do Sul com 54.115 novos postos de trabalho.

Com Agência Brasil 

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 13 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/