Sidebar Menu

Santa Catarina apresenta três regiões em estado gravíssimo

Xanxerê, Alto Uruguai e Laguna têm os indicadores mais delicados
Xanxerê está na segunda semana consecutiva classificada em nível gravíssimo

O governo catarinense divulgou nesta quarta-feira (18) os dados atualizados da matriz de risco potencial. Três regiões foram classificadas com o risco gravíssimo (cor vermelha) e as outras 13 estão em risco grave (cor laranja) em relação ao novo coronavírus.

Pelos dados levantados nesta semana, no comparativo com o boletim anterior divulgado no dia 11, a única região que continuou no patamar gravíssimo da matriz é a de Xanxerê. Xanxerê está na segunda semana consecutiva classificada em nível gravíssimo.

Grande Florianópolis e Meio-Oeste voltaram para a cor laranja, que corresponde a risco grave. No entanto, duas regiões (Alto Uruguai e Laguna) subiram do risco grave (laranja) para o risco gravíssimo (vermelho). Todas as outras regiões permanecem com o risco grave para a proliferação do novo coronavírus.

Segundo o boletim semanal, todas as regiões registram alta mortalidade por Covid-19, reflexo do aumento do número de casos nas últimas semanas. O quadro aponta que a pandemia continua em expansão em solo catarinense. Todas as regiões também registraram aumento na ocupação de leitos de UTI, todas com taxas superiores a 60%.

Veja mais notícias sobre CoronavírusSaúdeSanta Catarina.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Novembro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection