Sidebar Menu

RS apresenta quatro regiões em vermelho

Todas elas já adotam protocolos próprios
O Rio Grande do Sul ficou com 58 municípios onde o risco epidemiológico é alto, o que corresponde a 31,8% da população

O mapa definitivo do modelo de Distanciamento Controlado chega à 20ª rodada com quatro regiões em bandeira vermelha (risco epidemiológico alto), depois da análise dos oito recursos enviados por associações de municípios e regiões. As outras 17 regiões estão classificadas em bandeira amarela (risco epidemiológico médio). As bandeiras definitivas ficam vigentes da 0h desta terça-feira (22) até as 23h59 da próxima segunda-feira (28).

O Gabinete de Crise deferiu o pedido de reconsideração da região Covid de Guaíba. As regiões de Novo Hamburgo, Santo Ângelo e Cruz Alta foram preliminarmente classificadas em vermelho e tiveram seus recursos indeferidos pelo Gabinete de Crise. As três somam-se à região de Porto Alegre, que não enviou pedido. Todas as quatro regiões em vermelho já adotam protocolos próprios. A possibilidade de cogestão, com adoção de protocolos estabelecidos pelas associações regionais, está vigente desde a 14ª rodada do Distanciamento Controlado.

Das 21 regiões Covid, 17 aplicam protocolos próprios por meio do sistema de cogestão: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Erechim. A região de Santa Maria enviou, no sábado (19), pedido que segue em análise. As regiões classificadas em laranja podem adotar protocolos flexíveis, desde que não menos restritivos do que os de bandeira amarela.

Regra 0-0
Depois da análise de recursos, o Rio Grande do Sul ficou com 58 municípios sob bandeira vermelha, o que corresponde a 31,8% da população (3.602.469 habitantes). Desse total, 19 municípios não tiveram registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos 14 dias anteriores ao levantamento – equivalente 0,9% da população gaúcha (104.037 habitantes).

As prefeituras dessas cidades se adequam à chamada Regra 0-0 e podem, portanto, adotar protocolos previstos na bandeira laranja por meio de regulamento próprio. Basta que mantenham atualizados os registros nos sistemas oficiais e adotem, por meio de decreto, regulamento próprio, com protocolos para as atividades previstas na bandeira laranja.

Volta de atividades presenciais nas escolas
O governo definiu, no início de setembro, um calendário para o levantamento das restrições a atividades presenciais em escolas do Rio Grande do Sul. As restrições estão sendo levantadas, de forma escalonada, seguindo um protocolo único para o Estado (ou seja, sem aplicar regras próprias pelo regime de cogestão), e em regiões que estejam há duas semanas na bandeira laranja ou amarela (a semana atual e a anterior).

Seguindo o cronograma, as aulas da Educação Infantil puderam ser retomadas no dia 8 de setembro. Nesta segunda-feira fica permitida a retomada de atividades presenciais no Ensino Superior, Ensino Médio e Ensino Técnico. De acordo com o Decreto 55.465/2020, o governo do Estado levanta as restrições que vedam as atividades presenciais nas escolas e instituições de ensino em 13 regiões Covid nesta semana.

Encaixam-se nas regras as regiões Covid de Uruguaiana, Capão da Canoa, Taquara, Canoas, Guaíba, Ijuí, Santa Rosa, Pelotas, Bagé, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e Lajeado. As regiões Covid que puderam reabrir as escolas e foram classificadas em bandeira vermelha nesta rodada perdem essa prerrogativa e tampouco poderão retomar atividades presenciais de Ensino Superior, Ensino Médio e Ensino Técnico. Os prefeitos dos municípios que entenderem que não há condições para reabrir escolas podem mantê-las fechadas. Pais e instituições de ensino também têm autonomia para manter as crianças em casa ou para deixar as escolas fechadas.

Veja mais notícias sobre CoronavírusBrasilGestãoRio Grande do Sul.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 26 Janeiro 2021

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection