Sidebar Menu

Faturamento da indústria supera período pré-pandemia

Indicador acumula crescimento de 37,8% entre maio e agosto, revela CNI
Utilização da capacidade instalada está praticamente de volta ao período anterior à crise

A pesquisa Indicadores Industriais, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), revela que o faturamento real ultrapassou o patamar do início do ano e a atividade da indústria de transformação manteve-se em crescimento em agosto. O faturamento aumentou 2,3% na comparação com julho e 37,8% em relação a abril, no auge da crise provocada pela pandemia.Ainda assim, devido à forte queda de março e abril, no acumulado do ano, o valor se encontra 3,9% abaixo do registrado no mesmo período de 2019.

O emprego industrial cresceu 1,9%. Esse é o primeiro mês de crescimento no ano de 2020. Com esse desempenho, o nível de emprego já se encontra próximo ao patamar pré-crise. Segundo Marcelo Azevedo, gerente de análise econômica da CNI, os números reforçam a percepção de recuperação em "V" da atividade industrial, recuperação que já vem de alguns meses. "Importante é que a alta da atividade veio acompanhada pelo crescimento do emprego, o que sugere maior confiança do empresário", avalia Azevedo.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) de agosto alcançou 78,1% e se encontra 0,8 ponto percentual abaixo do índice de fevereiro. Além disso, a massa salarial registrou aumento de 4,5% em agosto, na comparação com julho. O crescimento mais que compensou a queda do mês anterior, mas o indicador ainda está distante do patamar pré-pandemia. Algumas empresas ainda estão adotando suspensão de contrato ou redução de jornada com redução de salário.

Veja mais notícias sobre BrasilEconomiaIndústria.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 31 Outubro 2020

Imagem do Captcha


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection