Athletico Paranaense dispara entre os clubes de futebol do Sul

Também pertence ao Furacão a supremacia em patrimônio e lucro
O Athletico Paranaense ampliou a vantagem sobre o Internacional

O Athletico Paranaense ampliou de quase R$ 100 milhões para R$ 259,4 milhões a vantagem sobre o Internacional, segundo colocado no ranking dos clubes do Sul, pelo critério do Valor Ponderado de Grandeza (VPG), principal indicador de 500 MAIORES DO SUL, lista publicada pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC.

Também pertence ao Furacão a supremacia em patrimônio e lucro. O rubro-negro de Curitiba somente perde em receita – neste caso, para o Grêmio. O maior prejuízo é do Internacional que, em 2020, obteve um resultado negativo de mais de R$ 90 milhões. Veja todos os principais indicadores na tabela ao final desta reportagem.

Aliás, a novidade desta edição de 500 MAIORES DO SUL é o retorno das administradoras dos estádios, ausentes no ano passado por não terem apresentado seus balanços em tempo hábil. Entre elas, quem se destaca é a Karangounis, companhia da OAS, responsável pela construção da Arena do Grêmio. No entanto nenhuma das três se livrou de ter prejuízo, pois todos os clubes sofreram em razão de não contar com a venda de ingressos de suas partidas, algo que só passou a acontecer em outubro de 2021.

O Furacão e o Colorado, por exemplo, perderam juntos, em 2020, R$ 37,8 milhões de bilheteria, de acordo com levantamento da consultoria Sports Value. Já a Arena Porto-Alegrense deixou de embolsar cerca de R$ 26 milhões com camarotes, entradas e cadeiras.

Este conteúdo integra o ranking 500 MAIORES DO SUL, publicado pelo Grupo AMANHÃ com o apoio técnico da PwC. Leia o anuário completo clicando aqui, mediante pequeno cadastro.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/