Govtech Summit encoraja criação de ecossistema de inovação no setor público

As apresentações exploraram novas tecnologias e soluções que têm o potencial de modernizar a prestação de serviços da iniciativa pública
Leite ressaltou a importância da digitalização e da inovação como pontos centrais das estratégias de governo e de desenvolvimento

Voltado a profissionais do setor público, empreendedores digitais, especialistas em marketing digital e empreendedores de startups interessados em inovação e tecnologia em serviços governamentais, ocorreu na quinta-feira (15) e sexta-feira (16) o GovTech Summit POA. Com patrocínio do Banrisul, Badesul, BRDE e Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o evento idealizado pela Agência Moove promoveu a conexão entre tomadores de decisão do setor público e empreendedores de startups por meio de palestras e exposições que abordam o universo GovTech. As apresentações exploraram novas tecnologias e soluções que têm o potencial de modernizar a prestação de serviços para o setor público. Ao longo dos painéis e palestras, a inserção do ecossistema de inovação no setor público comprovou ter grande importância para impulsionar a eficiência dos serviços governamentais. Afinal, ao trazer práticas e tecnologias inovadoras para a gestão pública, é possível otimizar processos, aumentar a transparência, melhorar a qualidade dos serviços oferecidos e promover uma maior participação dos cidadãos. Assim, são estimuladas soluções criativas e disruptivas, contribuindo para uma administração mais ágil e orientada ao atendimento das necessidades da sociedade. O governador Eduardo Leite participou, como palestrante, no painel intitulado "O poder público e os caminhos para a inovação e a transformação digital". Ele ressaltou a importância da digitalização e da inovação como pontos centrais das estratégias de governo e de desenvolvimento. AMANHÃ esteve presente no evento e você confere, a seguir, os highlights das discussões.

O setor público cria amarras para si mesmo
O Fórum Inova Cidades, promovido pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), é uma iniciativa que busca criar uma agenda voltada para impulsionar a inovação nas cidades. Composta por uma rede de secretários e dirigentes públicos, a organização desempenha um papel fundamental ao representar os municípios brasileiros perante os demais poderes, esferas governamentais e sociedade civil organizada, buscando fortalecer a interlocução e fomentar o progresso nas áreas de inovação e desenvolvimento urbano. Ao longo de um dos primeiros painéis do primeiro dia de evento, o vice-presidente de desenvolvimento regional do Fórum, Giovani Bernardo, juntou-se ao secretário de inovação de Porto Alegre e diretor regional do Fórum, Luiz Carlos Pinto; ao presidente do fórum, Antonio Carvalho; e à vice-presidente de relações institucionais do fórum, Ellen Benedetti, para falar sobre a importância da iniciativa para estimular a inovação e o progresso das cidades.

Bernardo relembra que o fórum foi responsável por trabalhar a atualização do modelo de antenas antes do leilão do 5G, e que Porto Alegre virou, inclusive, exemplo no assunto para o resto do país. "As dificuldades [dos municípios] são diferentes, mas as soluções acabam surgindo dos mesmos contextos", avalia. Ele ressalta, no entanto, que a burocracia e as dificuldades em implementar alguns métodos mais inovadores acabam criando amarras para o setor. "Controlamos tanto [os processos] que acabamos freando. O Marco Legal das Startups é um exemplo. Não tivemos a capacidade, enquanto poder público, de começar a aplicar a lei, pois todos têm medo de começar e acabam esperando uns aos outros. E aí vem o papel do fórum", explica. Já Ellen destaca que não basta apenas que o setor se torne mais tecnológico: é preciso ter em mente a finalidade dessas tecnologias e avaliar constantemente seus resultados. "Qual o propósito de ser mais tecnológico? É fundamental trazer as procuradorias para avaliar isso", defende. O secretário de inovação de Porto Alegre faz coro ao discurso, ressaltando que "temos que ser um pouco 'desacomodadores'. Se não perturbarmos o sistema, não saímos do lugar."

Inovação ao alcance das pessoas
Jorge Krug, diretor geral de tecnologia de informação e inovação do Banrisul, e Claudio Gastal, presidente do Badesul, juntaram-se em um painel para falar sobre a importância de manter a transformação digital ao alcance das pessoas, e da estratégia correta para implementá-la no setor público. Para Gastal, há três pilares principais para esse processo: estratégia clara, liderança empoderada e o método. "Você tem de ter metodologia, um planejamento claro de como fazer as coisas e alguém empoderado para liderar a transformação digital na prefeitura e na empresa", explica. "A transformação digital do Rio Grande do Sul foi traçada nessa linha, e é o que o tornou, hoje, o estado com o maior número de serviços digitais."

Krug complementa que também é essencial que todo o quadro funcional da organização esteja alinhado, fazendo referência à transformação digital do Banrisul, que se deu por meio de hubs de inovação e inteligência artificial. "Se esses movimentos não tiverem entendimento e maturidade das áreas, em alguma parte o processo vai fracassar", antecipa. Outro ponto importante e bastante desafiador, para ele, é garantir que a sociedade siga o mesmo ritmo dessas transformações. "Nesses dois últimos anos, tivemos o lançamento do Pix, que foi uma revolução na sociedade. Na época, houve uma grande onda de ataques cibernéticos e fraudes por mau entendimento da sociedade. Por isso, ela precisa estar acompanhando esse nível de evolução", completa. Para ele, os próximos passos aos quais o governo e a sociedade precisam se atentar é o central banking digital currency, ou seja, o real digital, projeto do Banco Central do Brasil que deve ser lançado até 2024 e que será a versão eletrônica do real. A preocupação, segundo o diretor geral de tecnologia de informação e inovação do Banrisul, seguirá sendo a cibersegurança de toda a sociedade.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 19 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/