Sidebar Menu

Sul registra perda de mais de 190 mil vagas de empregos no semestre

Porém, a região obteve um saldo positivo de quase 1.700 postos em junho
O Rio Grande do Sul foi o que mais fechou vagas até junho, seguido por Santa Catarina

O Sul registrou a perda de 195.192 postos formais de trabalho no primeiro semestre. Os dados foram informados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que divulgou os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) nesta terça-feira (28). O Rio Grande do Sul foi o que mais fechou vagas até junho, seguido por Santa Catarina. Porém, em junho a região teve resultado positivo de 1.699 carteiras assinadas, número puxado por Santa Catarina, que criou 3.721 postos (veja os dados de junho e do acumulado anual nas tabelas a seguir).

No país, as demissões de empregos formais chegaram a 906.444 e as admissões a 895.460, em junho. Com isso, o saldo negativo ficou em 10.984 vagas, número inferior ao registrado em maio (-350.303). "O mercado formal de trabalho apresentou melhora em relação a maio. Junho teve 16% menos desligamentos (166.799) e 24% mais admissões (172.520) do que maio", destaca a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. No primeiro semestre, o saldo do emprego formal ficou negativo em 1.198.363, resultado de 6.718.276 admissões e 7.916.639 desligamentos. A quantidade total de vínculos ativos com carteira assinada ficou em 37.611.260.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 12 Agosto 2020

Imagem do Captcha

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection