Sidebar Menu

Marcelo Cabral, da Stratton (EUA), vê uma oportunidade para o Brasil após pandemia

Indústrias devem evitar concentração da produção na China, e o Brasil pode tirar proveito disso
Fundador da Stratton Capital, Marcelo faz uma análise realista do mercado de ações no Brasil

Da pequena Stratton, no estado americano de Vermont, região da Nova Inglaterra, o brasileiro Marcelo Cabral atendeu ao chamado de AMANHÃ para dar sua visão sobre como o Brasil está sendo percebido pelo investidor estrangeiro em tempos de recessão global, causada pela pandemia do coronavírus. Fundador da Stratton Capital Investment Advisory, Marcelo começa seu depoimento fazendo uma análise realista – e preocupante – sobre o mercado de ações do Brasil, que não se mostra apetitoso para os gestores globais de recursos. Mas, ao final, ele fala de uma possível carta na manga que o Brasil possa ter para atrair investimentos produtivos, ou seja, em empresas. Será que a crise reserva pelo menos algo de bom para a economia brasileira? Confira a interlocução de Marcelo Cabral com o diretor de Redação de AMANHÃ, Eugênio Esber.

Veja mais notícias sobre Amanhã TVBrasilCoronavírusEconomiaMundo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 07 Agosto 2020

Imagem do Captcha

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://amanha.com.br/

No Internet Connection