Unimed POA investe R$ 30 mi na aquisição de Sulmed e Unio

Cooperativa médica tem o público de menor renda como alvo

Por Karine Menoncin

karine.menoncin@amanha.com.br

Unimed Porto Alegre investe R$ 30 milhões na aquisição de Sulmed e Unio

O setor de saúde está sofrendo uma profunda transformação por causa das novas tecnologias, do aumento das expectativas dos clientes e das mudanças demográficas. Para acompanhar essas mudanças de mercado, a Unimed Porto Alegre lançou nesta sexta-feira (29) a holding Laçador Participações e anunciou duas operações no mercado: a aquisição da Sulmed, uma operadora de planos corporativos de saúde; e a associação com a Unio Tecnologia, uma empresa focada em criação de soluções de sistemas para o segmento de saúde suplementar. As duas transações somam mais de R$ 30 milhões.

Em coletiva à imprensa, Flávio da Costa Vieira (foto), presidente do Conselho de Administração da Unimed Porto Alegre detalhou a operação. “A Laçador Participações surge para negócios fora da área da saúde, hoje impossibilitados pelas regulações da Agência Nacional de Saúde. A gestão atual da Unimed identificou a necessidade de criar uma estrutura dedica a conduzir a modernização e implementação de novos negócios. É o maior investimento da nossa história [de quase 50 anos] e um marco de uma inovação disruptiva”, acredita. A holding será gerida por Glauco Chagas, executivo principal da cooperativa médica, até que o processo de seleção de um novo administrador seja concluído. 

Após análises no mercado, a Unimed partiu para a compra da Sulmed com o objetivo de atingir um público de menor renda que hoje fica de fora de boa parte dos planos de saúde ofertados. A marca segue existindo sem mudanças para os beneficiários e funcionários da empresa, além de manter sua gestão independente da Unimed. “Saíram os dois sócios fundadores, mas segue o mesmo administrador. A Sulmed vai se sustentar com recursos próprios, sem novos investimentos da Unimed”, relata Alexandre Brauner Salgado, diretor executivo da Sulmed. A operação ainda depende da aprovação do Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A operadora de assistência médica e odontológica atua no segmento empresarial de Porto Alegre e região metropolitana há mais de 40 anos. 

Em sociedade com as Unimed Vitória, Belo Horizonte, Central Nacional Unimed e Unimed Seguradora, a operadora de Porto Alegre passa a ter 20% da Unio Tecnologia. Dentre os serviços ofertados pela empresa, há soluções para comercialização de produtos, faturamento e pagamento, manutenção cadastral, autorização e regulação e contas médicas. A startup foi fundada há dois anos em São Paulo e, nesse primeiro momento, atenderá as demandas das cinco sócias. “No futuro, as soluções desenvolvidas poderão ser comercializadas para os demais interessados. Mas nem para as sócias as soluções serão gratuitas.  Vamos ter de pagar pelos serviços prestados, porque a ideia é que a Unio gere rentabilidade”, acrescenta Chagas.

Com os aportes, a cooperativa médica reforça sua atuação em solo gaúcho. A Unimed Porto Alegre detém 43% do market share, presente em 46 municípios do Rio Grande do Sul com 347 pontos de atendimento. “O tamanho do nosso apetite é o ideal. Não é gula, não queremos devorar tudo que há ao redor. Mas estamos abertos para outros movimentos de mercado que tenham a ver com a área da saúde”, avisa Vieira. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: