Lucro do Banrisul cresce quase 30% no primeiro semestre

Aumento das receitas de tarifas ajudaram a guindar os resultados

Por Karine Menoncin

karine.menoncin@amanha.com.br

Lucro líquido do Banrisul cresce quase 30% no primeiro semestre

O Banrisul (foto) alcançou lucro líquido de R$ 655,3 milhões no primeiro semestre deste ano, 29,5% acima do lucro líquido apurado no mesmo período de 2018. Na análise do lucro líquido recorrente, o banco também teve uma performance positiva, totalizando R$ 625,6 milhões no primeiro semestre de 2019, 23,7% acima do lucro líquido registrado no primeiro semestre de 2018. O balanço foi apresentado nesta terça-feira (13), em Porto Alegre.  

O desempenho é justificado pela estabilidade do resultado bruto da intermediação financeiras, o aumento das receitas de tarifas bancárias e a prestação de serviços, como a venda de seguros e a rede de adquirência Vero. A arrecadação de prêmio de seguros, contribuições de previdência e títulos de capitalização, entre janeiro e junho, atingiu R$ 708,5 milhões, um acréscimo de 24,1% frente ao primeiro semestre do ano passado. “O Banrisul tem conseguido muita eficiência, tornando seus processos mais digitais. Isso tem contido as despesas, tanto gerais quanto de pessoas”, explica Claudio Coutinho, presidente do Banrisul. 

A taxa de inadimplência – que reflete os atrasos superiores a 90 dias – também colaborou com o feito. Em junho, foi de apenas 2,2%. De acordo com Coutinho, os constantes atrasos dos salários dos servidores estaduais, parcela importante da carteira de clientes do banco, não tem influenciado os índices. “O número de servidores inadimplentes é residual, não tem relevância”, justifica. O banco já oferece aos correntistas servidores estaduais dos três poderes, um programa de crédito consignado especial servidor público, com condições diferenciadas. A carteira de crédito comercial e rural alavancaram em 7% o saldo em junho de 2019, registrando R$ 34,2 bilhões. 

Com a menor taxa de juros histórica, Coutinho estima uma melhora do ambiente econômico. “Do ponto de vista dos ativos, a queda é boa para o banco. Do lado dos passivos, vemos uma migração dos investidores para a renda variável e compra de imóveis. O que também é bom, pois movimenta a economia e gera empregos”, observa. Na segunda-feira (12), o Banrisul (BRSR6) finalizou o dia com uma variação positiva de 1%, cotado a R$ 23,58 o na Bolsa de Valores de São Paulo.

“Supermercado financeiro”
Os bancos digitais têm sido responsáveis por pautar muitas das inovações do setor financeiro nos últimos anos, como contas sem tarifa e diminuição da burocracia – o que não é visto uma ameaça para o Banrisul. “Bancos digitais oferecem uma gama limitada de benefícios. Nós oferecemos tudo, somos um ‘supermercado financeiro’, temos solidez”, defende . “Eles trazem inovações que os bancos tradicionais podem se apropriar. Não somos concorrentes, somos parceiros. Esse é o caminho que estamos seguindo”, afirma o presidente do banco estatal. De acordo com uma pesquisa da consultoria Cantarino Brasileiro, especializada no setor financeiro, 54% dos clientes de bancos tradicionais já pensam em abrir uma conta unicamente digital. 

Para correr atrás disso, o Banrisul lançou em maio seu primeiro cartão de crédito sem anuidade, com isenção da tarifa a partir de um gasto mínimo mensal. Outra novidade é a tecnologia contacless, já presente em cartões de outras bandeiras, que permite o pagamento por aproximação. Atualmente, mais de 900 mil clientes utilizam o aplicativo para realizar operações. No primeiro semestre desse ano, os canais digitais tiveram 123,9 milhões de acessos, 34% superior ao ano passado. Isso equivale a mais de 688 mil acessos todos os dias. 

Guerra entre maquininhas
Em junho, a Vero – rede de adquirência do Banrisul – encerrou o mês com 96,3 mil unidades em utilização, número 5% maior que o apurado em junho de 2018. O número, entretanto, é pouco expressivo, uma vez que, ao todo, o país conta com cerca de 10 milhões de maquinininhas, dos mais diversos modelos. O negócio tem um horizonte ainda mais rentável, já que o total de estabelecimentos comerciais e autônomos passa de 20 milhões. Uma das oportunidades para as maquininhas mais simples são os microempreendedores de menor porte, como vendedores ambulantes.

A rede transacionou R$ 161,3 milhões de débito e crédito até junho. Em volume financeiro, o valor total foi de R$ 14,2 bilhões, refletindo um crescimento de 13,8% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Hoje a Vero já possui máquinas fixas, móveis (conectadas via 3G ou Wi-Fi) e mobile (funciona com o uso de um aplicativo de celular), mas a rede já perdeu a exclusividade da bandeira Banricompras, hoje também aceita pelas máquinas do PagSeguro. 

A ameaça de privatização 
A venda de ações do Banrisul é uma das condições acordadas com o governo federal para a entrada no Regime de Recuperação Fiscal (RRF). O Estado enviou o plano de recuperação sem o banco, com a venda de outros ativos, e aguarda para ver se o Tesouro vai aceitar. Na tarde desta segunda-feira (12), durante um evento do Santander Brasil, em São Paulo, o governador gaúcho, Eduardo Leite, defendeu que sua gestão vai manter o Banrisul como uma instituição pública. "A privatização do Banrisul demandaria um grande esforço de capital político sem resolver o déficit do Estado. A receita gerada seria rapidamente consumida pelo déficit do Estado", reiterou. Questionado sobre a realização de oferta pública envolvendo as ações excedentes de controle, Coutinho esquivou-se do assunto. “O destino das ações do Banrisul não é tema a ser discutido pela diretoria do banco. Não tenho o que comentar sobre a possibilidade de privatização”, afirmou o presidente do banco. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: