Capal assume indústrias cafeeiras no Paraná

Cooperativa de Arapoti não revela valor do negócio

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Adilson Fuga, presidente da Capal

A paranaense Capal anunciou nesta segunda-feira (8) que assumiu o controle das cafeeiras São Carlos e Benetti Coffee, ambas com matriz no município de Pinhalão (PR). O valor do negócio não foi revelado pela cooperativa de Arapoti. Atualmente, a produção média dessas unidades é de 150 mil sacas por ano, porém a expectativa é chegar a 250 mil. As companhias têm filiais no bairro Lavrinha (Pinhalão) e nos municípios de Siqueira Campos e Carlópolis, ambos no Paraná. 

A entrada na indústria de café estava nos planos da cooperativa há algum tempo, já que parte dos cooperados produz o grão e demanda por comercialização. Hoje são mais de 250 cafeicultores associados nos estados do Paraná e de São Paulo. As cafeeiras beneficiam as marcas Benetti, Robusto, Café Caçulla e Jucafé, com torrefação de 432 mil quilos por ano. A expectativa da cooperativa é, em um primeiro momento, saltar para 800 mil quilos por ano e, depois, 1,8 tonelada. 

O presidente-executivo da cooperativa, Adilson Fuga (foto), está bastante otimista com o novo negócio. “Acredito em crescimento significativo nesse segmento e já estamos estudando investimentos para ampliação da indústria”, afirma Fuga. A Capal tem um plano de aportar R$ 120 milhões na melhoria da infraestrutura de suas unidades, além de abrir novas unidades das lojas agropecuárias.  Com a Unium, sistema de intercooperação que integra também as cooperativas Frísia e Castrolanda, a Capal industrializa carne suína, trigo e leite.  


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: