Tenha foco ao enviar seu currículo

Muitos candidatos acabam trabalhando em posições que não possuem relação com a vivência profissional

Por Bernt Entschev

Muitos candidatos acabam trabalhado em posições que não possuem relação com a vivência profissiona

Sabemos que as oportunidades existentes no mercado de trabalho ainda não voltaram a contento. Muitos candidatos, na ânsia de uma recolocação, o que é natural, acabam se propondo a trabalhar em posições que não possuem relação com sua vivência profissional. Por isso, tenha foco: não perca tempo e nem demande tempo das empresas buscando colocação onde seu currículo não se encaixa. Já tive exemplos de pessoas altamente qualificadas que foram contratadas para desempenhar uma função na qual a posição não absorveria nem metade de sua capacidade. 

No começo essas pessoas até pareciam ser um “achado”, mas com o passar do tempo se desmotivavam, pois o trabalho braçal, a sensação de que já viveu aquilo e o valor do salário abaixo de sua capacidade foram fatores que pesaram. Ruim para o profissional – e péssimo para as corporações que precisaram fazer um novo processo de seleção. O contrário também vale. Não se candidate para funções as quais você não possui toda a bagagem com a justificativa de que “com o tempo vou aprendendo”. As vagas, quando disponibilizadas, já subentendem que o profissional precisa ter no mínimo aqueles requisitos. Provavelmente seu currículo não será aceito e com o passar do tempo você pode se sentir desmotivado. 

Enfim, a regra de ouro é: se candidate para uma vaga que você tem bagagem para atender. Nem mais, nem menos. Pode ter a certeza que há, sim, espaço para você no mercado. E sendo assertivo, as chances de êxito aumentam. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: